​SINETRAN AFIRMA QUE ENTRARá COM PROCESSO CONTRA O GOVERNO E QUE GREVE SERá FORTALECIDA; VEJA VíDEOS
31.10.2017

Em uma coletiva na tarde desta terça-feira (31), no gabinete do deputado Allan Kardec, os servidores do Detran que foram presos durante o protesto em frente ao em frente ao Palácio Paiaguás, no Centro Político Administrativo (CPA), em Cuiabá, afirmaram que irão processar o Estado por causa das agressões sofridas. A Polícia Civil também deve encaminhar o caso à Corregedoria da Polícia Militar, para que a conduta dos policiais seja apurada.

Leia mais:
PM prende três servidores do Detran, ‘arrasta‘ mulher para camburão e aplica ‘mata-leão‘ para conter funcionário; vídeo

Uma servidora que foi presa na ação, Catherine Matos, afirmou que mesmo após ser levada para o camburão da viatura foi agredida pelos policiais.

“Estava vulnerável, e um monte de policiais armados chegam me batendo, jogando spray de pimenta, eu já não estava enxergando nada, meu corpo inteiro queimando, e pra completar me jogaram no camburão, me algemaram e começaram a me bater dentro do camburão. A gente se sente pior do que um bicho”.

A presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), Daiane Renner, afirmou que em resposta à ação truculenta o movimento de greve foi fortalecido. Ela disse que receberam apoio de servidores de todo o Estado, que não haviam aderido à greve, dizendo que a partir de agora irão integrar o movimento.

O advogado do Sinetran afirmouq eu um boletim de ocorrência já foi registrado e que devem processar o Estado pelo ocorrido. O caso deve ser encaminhado à Corregedoria da PM.

O deputado Allan Kardec, criticou a ação da PM e também o posicionamento do governador Pedro Taques.

O trabalho da polícia militar, lógico que é desobstruir o trânsito, é cuidar da ordem, mas não batendo em servidor, não tem bandido aqui. Está tudo filmado, a colega estava sentada quando recebeu um mata-leão e foi arrastada. Então não há dúvida que houve excesso, não há dúvida que houve despreparo. Quando colocou a algema no servidor público, no cidadão, e colocou no camburão lá atrás, imediatamente tem que seguir para o Cisc Planalto, dar o direito da ampla defesa do contraditório com o advogado que estava acompanhando o movimento dos servidores. Ficou uma hora com eles dentro do camburão, afetados por gás de pimenta, esperando o que? Nós estamos em um Estado Democrático de Direito e não em uma ditadura. Governador covarde. Ninguém aqui vai se amedrontar não. A guerra instalada por conta de um Governo corrupto, inoperante, e ditador”, desabafou o deputado.

Kardec ainda disse ainda que conversou com o secretário de Estado da Casa Civil Max Russi, e que o Governo está aguardando a Corregedoria da PM se manifestar pra então dar um posicionamento.

O Governo do Estado afirmou que só deve se manifestar em uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (31).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade