DEFESA CIVIL MANTéM MONITORAMENTO EM PONTE E AVALIA SE TERRENO ENCHARCADO PELA CHUVA OFERECE RISCO
11.12.2017

A Defesa Civil de Cuiabá, que interditou parcialmente na última sexta-feira (8) a ponte , continua com o monitoramento do local e avalia se as constantes chuvas que encharcam o solo podem oferecer algum risco a quem trafega. A previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) é de chuvas para quase toda a semana.

Leia mais:
Com erosão e risco de desabamento, Prefeitura interdita faixa na ponte Benedito Figueiredo

De acordo com o coronel BM Wolkmer, Diretor de Proteção da Defesa Civil, a estrutura da ponte em si não está prejudicada. O problema está na laje de transição da estrutura para as margens, popularmente conhecida como cabeceira de ponte.

A Defesa Civil continua monitorando o local para saber se as chuvas provocaram alguma alteração na acomodação do solo ou se há algum outro risco. Até o momento a ponte está interditada parcialmente.

As previsões do CPTEC são de pancadas de chuva para quase todos os dias desta semana. Nesta segunda-feira (11), na quinta-feira (14), no sábado (16) e domingo (17) a probabilidade de chuva é de 80% e previsão de muitas nuvens com curtas aberturas e pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia.

Na quarta-feira (13) a probabilidade é de 30% com variação de nuvens pela manhã com chance pequena de pancadas de chuva localizadas que poderão ser fortes e vir acompanhadas de trovoadas a partir da tarde. Na terça-feira (12) e sexta-feira (15) a probabilidade é de 5% com tempo parcialmente nublado.

Com relação aos riscos de desmoronamento por causa da chuva, o coronel Wolkmer afirma que Cuiabá está em uma região segura. O único local que tem uma inclinação de relevo acima de 45° é no bairro Despraiado, ao lado do viaduto, no entanto já foram feitas obras de contenção e de acordo com ele a área está segura.

Com as constantes chuvas o volume de água nos rios e córregos aumenta, mas de acordo com a Defesa Civil nenhuma região da capital está sob risco. O nível de alerta para o rio Cuiabá é de 8,50 metros, mas até o momento está em torno de 4,20 m. No rio Coxipó e nos córregos o nível também está abaixo do alerta.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade