OLIVEIRA Vê
20.12.2017

O secretário de Estado de Fazenda, Gustavo de Oliveira, não pretende seguir na Pasta em 2018. Ele está conversando com o governador Pedro Taques (PSDB) sobre o assunto e uma definição deve sair até sexta-feira (22).

 

Conforme apurou a reportagem, Oliveira considera já ter cumprido sua missão na Secretaria. Ele assumiu a Pasta em dezembro de 2016, após a saída de Seneri Paludo.

 

Segundo informações levantadas pela reportagem, Oliveira tinha intenção de deixar o Governo ainda no final de 2016 - quando era secretário de Planejamento -, mas se comprometeu com o governador de continuar por mais um ano para ajudar o Estado a vencer a crise econômica.

 

Oliveira quer retornar à atividade privada - ele atua no ramo de brita.

 

Nos bastidores, a informação é de que ele teria tomado a decisão de sair da Sefaz também para ser candidato à presidência da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso). 

 

Procurado na manhã desta quarta-feira (20), ele não atendeu a reportagem.

 

Em entrevista dada ao MidiaNews no início do mês, o secretário reconheceu que o Governo do Estado viveu, nestes últimos meses de 2017, seu momento mais crítico do ponto de vista econômico nestes três anos de mandato.

 

Ele também falou sobre seu futuro, dando a entender que seu ciclo no Executivo estava se encerrando.

 

"Eu nunca pretendi fazer uma carreira muito longa no setor público. Isso é claro, esse nunca foi meu plano. Nesse momento meu foco é com o compromisso com o setor público de Mato Grosso. Temos que fazer um grande ajuste fiscal, que é um compromisso com a sociedade. Pelos meus planos não era nem para eu estar aqui na cadeira de secretário de Fazenda", afirmou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade