PF DIZ QUE PERíCIA CONTRATADA POR EMANUEL MUDOU SENTIDO DE áUDIO
14.02.2018

Relatório elaborado pela Polícia Federal apontou erros de transcrição e de sentido na perícia contratada pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), para analisar o áudio da conversa mantida entre o ex-secretário de Estado de Indústria, Alan Zanata, e o ex-assessor do ex-governador Silval Barbosa, Silvio Araújo.

 

O documento está contido nas investigações da Operação Malebolge, 12ª fase da Operação Ararath, que teve Emanuel como um dos alvos de busca e apreensão.

 

Na conversa, gravada por Alan e entregue a Emanuel, o ex-secretário e o ex-assessor comentam sobre a gravação feita por Sílvio em que deputados e ex-deputados, incluindo Emanuel, aparecem recebendo maços de dinheiro no Palácio Paiaguás, supostamente a título de propina para apoiar a gestão de Silval.

 

O áudio da conversa e a perícia contratada pelo prefeito foram apreendidos em setembro do ano passado, quando a operação foi deflagrada.

 

De acordo com a PF, o parecer técnico de transcrição de áudio - elaborado pelo perito Alexandre G. Perez – contém vários pontos com possíveis erros de transcrição, “a maioria sem mudança contextual importante (o que indica que se trata de meros equívocos ou erros materiais na transcrição)”.

 

“Alguns trechos, no entanto, da forma que foram transcritos - não correspondendo exatamente com as palavras proferidas por Silvio - implicam razoável mudança de significado/sentido”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade