WILSON AUTORIZA QUEBRA DE SIGILO; JAJAH MANTéM SILêNCIO SOBRE DEPOIMENTO AO MPE
01.02.2018

O secretário de Estado de Cidades (Secid) e deputado estadual licenciado Wilson Santos (PSDB) esteve na manhã desta quarta-feira no Ministério Público Estadual (MPE), onde prestou depoimento ao promotor Mauro Zaque. O inquérito investiga a denúncia feita em um áudio onde o suplente do parlamentar, Jajah Neves (PSDB), que está no exercício do mandato, acusa o secretário de receber de volta uma Verba Indenizatória mensal de R$ 65 mil.

Na saída do depoimento, o secretário reafirmou o que tem dito a imprensa nos últimos dias. Ele também colocou seu sigilo bancário a disposição do Ministério Público.

Também incentivou o MPE a investigar a fundo o caso. “Não tenho a menor ideia, se é que ele deu. Não tenho noção. Não tenho nada a ver com este assunto. Não tenho nada a temer, nem a ver com isso. Os nomes que são citados não tem nada a ver comigo. Pedi ao MPE que vá fundo, investigue, abra minhas contas, faça o que quiser”, afirmou Wilson.

O secretário voltou a defender a convocação de três ex-suplentes dele que o substituíram em outras situações na Assembleia Legislativa e Câmara Federal, como o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Antônio Joaquim, além do pastor evnagélico José Magalhães e o radialista Lino Rossi. “Eu já tinha vindo ao MPE há 15 dias. Levei um ofício pedindo que investigassem a minha atuação, e também solicitei que convoquem três ex-suplentes meus, para que eles possam depor, para declarar como foi o meu comportamento quando eles me sucederam na minha ausência nos parlamentos”, completou.

Em um áudio que foi vazado nos últimos dias, Jajah Neves afirma que teria que repassar toda a verba indenizatória mensal ao titular da cadeira, Wilson Santos, que está licenciado do cargo por estar atualmente na Secid. O áudio foi gravado pelo jornalista Arthur Garcia, que trabalhava na Tv Mato Grosso (canal 27), que tem Jajah Neves como um dos apresentadores.

Ao deixar a sede do MPE ontem, Jajah evitou comentar sobre seu depoimento. Ele pediu uma perícia na gravação ao perito Ricardo Molina, que apontou uma montagem no vídeo divulgado nas redes sociai

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade