RADAR é INSTALADO EM ‘PONTO DA MORTE’ NA AVENIDA MIGUEL SUTIL EM CUIABá
22.02.2018

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) resolveu instalar um radar no trecho que ficou conhecido ‘ponto da morte, em frente ao Comper da avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. O local já foi palco de diversos acidentes e a intenção é reduzir os números alarmantes. Ainda não há uma data certa para que eles entrem em operação.

Leia mais:
Semáforo em ‘ponto da morte’ na Miguel Sutil potencializa risco de acidente, avalia delegado
 
A assessoria de imprensa da Semob informou ao Olhar Direto que a instalação do aparelho de fiscalização eletrônica já teve início. Porém, ele ainda precisa passar por uma série de testes, inclusive do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Portanto, os condutores ainda não serão multados.
 
Além disto, a assessoria informa que haverá uma série de campanhas de conscientização, antes que o radar comece a aplicar as penalidades.
 
Em entrevista recente ao Olhar Direto, o delegado Christian Cabral, titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), avaliou que um semáforo naquele ponto potencializa o risco: “O semáforo ali não é a providência adequada, justamente por conta da engenharia e estrutura da via, que é no fim de dois aclives. Quando o semáforo fecha, é difícil os veículos pararem com segurança”, explicou.
 
O último acidente que tirou a vida de uma pessoa naquele trecho aconteceu com idosa de 71 anos, identificada como Valerie Lentch Pawlina. Ela morreu no dia 03 de dezembro, por volta das 21 horas, após ser atropelada por um Toyota Corolla, na avenida Miguel Sutil, em frente ao Comper, em Cuiabá. A vítima estaria atravessando fora da faixa.
 
Segundo as informações preliminares, a idosa teria ido jantar na casa do filho e parou para comprar pão no mercado. Quando atravessava a avenida, acabou atingida pelo Corolla. O impactou foi tão grande que a vítima foi arremessada.
 
O Toyota Corolla teve a parte dianteira completamente danificada. O próprio motorista, que se identificou como Willian, contou ao Olhar Direto, na cena do acidente, que tudo aconteceu muito rápido. "Eu estava vindo sentido Coxipó, a senhora acabou atravessando fora da faixa e acabou colidindo contra o meu carro. Foi questão de segundos, atravessou a uns 70 metros da faixa"
 
Em maio do ano passado, o motorista de uma picape (Saveiro), que não foi identificado, escapou ileso de um grave acidente durante a madrugada, neste mesmo trecho. O veículo atingiu um poste, que evitou que ele despencasse em um barranco de pelo menos cinco metros de altura.
 
Em outubro de 2016, o radialista da Rádio Cultura, Ademir Rodrigues, morreu após ser atropelado por um carro Fiat Uno na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. Segundo as primeiras informações, a vítima estaria atravessando a via quando foi atingida. O homem de 65 anos não resistiu aos ferimentos e veio a óbito ainda no local.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade