TAQUES DESTACA REDUçãO DE CRIMES EM MT E PEDE INVESTIMENTOS NA FRONTEIRA
01.03.2018

O presidente Michel Temer se reuniu com os governadores nesta quinta-feira (01.03) para debater a questão da segurança pública no país. O governador Pedro Taques participou do encontro com o presidente a avaliou como positivo os esforços do governo federal na questão se segurança. Além de recursos para construir uma nova penitenciária, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai financiar o reaparelhamento da segurança nos Estados.

Taques disse que os investimentos em inteligência, aumento no número de efetivo policial e viaturas foram cruciais para evitar colapso no setor e diminuir os índices de violência. “A segurança é mesmo uma questão nacional e quero dizer que em Mato Grosso temos feito o dever de casa, já são mais de 3.660 homens e mulheres na Segurança Pública e temos visto os índices de criminalidade diminuir. Em Cuiabá já houve uma redução de 27% no número de homicídios”, disse o governador.

Taques destacou ainda que os governadores pediram à União ajuda com o custeio da máquina da segurança já que por conta da crise financeira alguns Estados estão diminuindo os investimentos. “No caso de Mato Grosso, nós pedimos uma reunião com o ministro Raul Jungmann (Segurança Pública) para tratar disso, a droga que chega aos grandes centros do Brasil passam pela fronteira”, defendeu o governador.

Na reunião com os governadores a União disse dispor de R$ 42 bilhões para investir nos próximos cinco anos, sendo R$ 33 bilhões do BNDES, com dois anos de carência e prazo médio de oito anos para pagar. Desta forma, o Governo Federal deve investir até R$ 5 bilhões neste ano.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, também esteve em Brasília e, junto com o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel Jonildo Assis, apresentou ao novo Ministério um balanço das ações já realizadas em Mato Grosso no que se refere ao Gefron e Defron. Segundo o secretário agora com um ministério dedicado a segurança, Mato Grosso tem a intensão de ampliar os atendimentos.

"Vamos apresentar alguns equipamentos de segurança notadamente ligados à inteligência para serem adquiridos pelo Governo Federal e apresentamos um projeto para fortalecer a radiocomunicação em Mato Grosso, para que haja uma comunicação eficiente entre os órgãos de segurança e integração operacional entre todas as forças", disse Gustavo.

Comissão de projetos

A Sesp já conta com uma comissão de projetos que busca apresentar soluções para o aparelhamento e integração das forças de segurança. No entanto, a secretaria deve reforçar ainda mais este setor para conseguir a aprovação do Governo Federal para os projetos apresentados ao longo do ano.

A comissão terá papel fundamental porque o cronograma de implantação do Programa Nacional de Segurança Pública é curto e em maio as 27 gerências já devem estar em funcionamento.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade