SOLIDARIEDADE RECEBE DEPUTADO, 2 SECRETáRIOS E INDICA APOIO A TAQUES EM MT
13.03.2018

Em um evento com charanga e em ritmo de campanha, o Solidariedade de Mato Grosso recebeu nesta terça-feira a filiação de várias lideranças políticas em um hotel de Cuiabá. Entre as principais, estão o deputado estadual Leonardo Albuquerque, que estava no PSD, e o secretário de Cultura, Kléber Lima, oriundo do PC do B.

O partido ainda deve receber nos próximos dias as filiações do secretário de Agricultura Familiar, Suelme Evangelista (PSB), e do presidente do Intermat, Cândido Teles (DEM). Com as filiações do vice-líder do Governo na Assembleia e de membros do primeiro escalão do Executivo, a legenda indica apoio a reeleição do governador Pedro Taques (PSDB), que prestigiou o ato. 

O presidente nacional do partido, deputado federal Paulinho da Força (SD-SP), disse que não irá interferir no rumo que a legenda adotar no Estado. Ele ainda destacou que possui boa relação com o atual chefe do executivo. “O partido nacionalmente não interfere  nas decisões estaduais. Então, será uma decisão do Zé do Pátio, do Leonardo que está chegando agora para decidir qual é o candidato a governador. Nós temos uma boa relação com o governador Pedro Taques, temos também conversado com outros partidos, mas é uma decisão que a direção estadual vai tomar”, disse. 

O prefeito de Rondonópolis e presidente estadual do partido, José Carlos do Pátio, também sinalizou apoio a reeleição de Taques. Ele destacou os investimentos do Governo no município que comanda, principalmente no setor da Saúde Pública. “Nós temos uma aproximação muito simpática ao trabalho do governador Pedro Taques. Não resta dúvida que é uma pessoa que respeitamos muito. No município de Rondonópolis, haviam somente 20 UTI’s e hoje tem 71. Os investimentos no Hospital Santa Casa, antes do Pedro Taques eram de R$ 20 milhões, hoje é de R$ 40 milhões. Há um avanço nos investimentos na saúde de Rondonópolis”, declarou. 

Pátio declarou ainda que o Estado tem mantido os principais compromissos em dia num momento em que todo país passa por uma crise econômica sem precedentes. “Em outros estados, os governadores estão com dificuldade em pagar a folha dos servidores, aqui o governador paga em dia, está avançando, fez muitas obras”, defende.

Os novos filiados também sinalizaram apoio a reeleição de Taques, mas ponderaram que é uma questão que ainda será debatida. “O grande condutor deste processo é o prefeito Zé do Pátio. Vamos discutir isso no momento adequado sob a direção dele”, disse Leonardo Albuquerque, que será candidato a deputado federal.

Já Kléber Lima afirmou que ainda avalia a possibilidade de disputar as eleições deste ano. “A única certeza que tenho é que me desfiliei do PC do B e venho para o Solidariedade para somar. Sobre o rumo que o partido vai tomar em outubro, o presidente Zé do Pátio é quem deve falar, porque estou chegando agora”, frisou. 

Zé do Pátio projetou que o Solidariedade deve crescer neste ano. Segundo ele, o partido tem a meta de aumentar sua representatividade na Assembleia Legislativa, bem como na Câmara Federal.  “Eu tenho certo que nós elegemos um federal e acho que elegemos três estaduais, podendo chegar a quatro. Com várias lideranças filiadas ao Solidariedade, como Kleber Lima, Suelme Evangelista, Candido Teles, podemos brigar para eleger até quatro deputados estaduais”, previu.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade