MANAUS AINDA TEM OBRAS INACABADAS E QUER CORTAR GASTOS PARA A COPA
21.05.2014

AM

Dias de jogos da Copa, nos 18 e 25, têm ponto facultativo para feriado  (Foto: Mario Oliveira/Semcom)Arena da Amazônia foi inaugurada em março deste ano (Foto: Mario Oliveira/Semcom)

A menos de um mês para a abertura da Copa do Mundo no Brasil, Manaus ainda contabiliza obras inacabadas. Levantamento feito pelo G1 aponta que apenas a Arena da Amazônia - estádio que receberá quatro jogos durante a primeira fase do Mundial - está finalizada entre as obras que integram a matriz de responsabilidade na capital. Projetos que possuíam prazos estipulados para antes da Copa têm atrasos no cronograma. Órgãos tentam ainda cortar gastos com o Mundial.

De acordo com o balanço, há prédios prontos que só necessitam de pequenos ajustes para serem entregues, como o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), responsável pela segurança durante a Copa, que já está com a estrutura concluída, mas ainda aguarda a chegada de equipamentos para iniciar as atividades. Em outros casos, as obras previstas nem chegaram a sair do papel, como foi o caso das mudanças planejadas para a mobilidade urbana. O Monotrilho e o Bus Rapid Transit (BRT) foram descartados e substituídos por um novo esquema de utilização dos ônibus que já atendiam a capital.

A preocupação vai além dos atrasos: os gastos também estão sendo reavaliados. No Fifa Fan Fest, evento que será realizado na Ponta Negra, por exemplo, a Prefeitura de Manaus tenta cortar custos com ajuda da iniciativa privada. A ideia é fortalecer parcerias para que os patrocínios reduzam os gastos dos cofres públicos de R$ 15 milhões para R$ 9 milhões.

Arena da Amazônia
Com investimentos de R$ 669,5 milhões, a Arena da Amazônia foi inaugurada no dia 9 de março deste ano. A inauguração do estádio foi adiada duas vezes. Inicialmente, a entrega estava prevista para ocorrer em junho de 2013, mas foi transferida para dezembro do mesmo ano, e ficou para as vésperas do Mundial. Ao longo da obra, três operários morreram no local. Os trabalhos de construção do estádio chegaram a ser interditados em áreas de altura devido a riscos à segurança dos operários.

Arena da Amazônia (Foto: Chico Batata/Agecom)
Três operários morreram durante obras na arena
  (Foto: Chico Batata/Agecom)

A arena foi o oitavo estádio inaugurado dos 12 que sediarão jogos do Mundial no Brasil. A partir do dia 22 de maio, a Arena da Amazônia ficará sob gestão da Fifa, segundo comunicou o Departamento de Comunicação da UGP COPA.

A inauguração contou com 20 mil torcedores e autoridades. O primeiro evento-teste da arena expôs pontos falhos na estrutura do estádio que acabaram causando transtorno para alguns torcedores. Demora nas filas e a falta de ventilação nos banheiros foram algumas das reclamações por parte dos visitantes.

Comunicação 4G
De acordo com determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as 12 cidades-sede da Copa deveriam contar com conexão de banda larga 4G até 31 de dezembro do ano passado. Em Manaus, as operadoras Claro e Vivo foram as primeiras a lançarem a tecnologia na capital amazonense. A TIM e a Oi ativaram as redes às vésperas do término do prazo limite.

Embora a cidade já conte com a disponibilidade da rede 4G, problemas com a coneão são encontrados frequentemente. Durante a inauguração da Arena da Amazônia, por exemplo, torcedores enfrentaram dificuldades para conseguir acessar a rede. O problema se repetiu em outros jogos realizados em seguida no estádio, até mesmo na partida com menor público já registrada, entre Fast e Princesa do Solimões pelo Campeonato Amazonense, que recebeu 9 mil torcedores.

Aplicativo testou velocidade de conexão 4G em Manaus (Foto: Adneison Severiano G1/AM)Aplicativo testou velocidade de conexão 4G em Manaus (Foto: Adneison Severiano G1/AM)

O problema ocorreu nas conexões de internet, tanto 3G como 4G. A falta de sinal de telefonia móvel afetou vários pontos do estádio. A internet dificultou o trabalho de radialistas e jornalistas que tentavam comunicação com equipes fora o estádio.

A Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP) informou que, antes do evento, todas as empresas foram acionadas para que realizassem ações de melhorias que garantissem o funcionamento dos serviços. Ainda segundo a gestora, o serviço que será utilizado durante os jogos da Copa ainda não foi colocado em teste, por isso não foi fornecida internet para o trabalho da imprensa.

Ao G1, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) afirmou que a infraestrutura de cobertura indoor de telefonia móvel e a rede WiFi ainda estão sendo instaladas na Arena da Amazônia e que, apesar de atrasos no cronograma das obras do estádio e na liberação do estádio para as prestadoras, a instalação das redes estará concluída até o fim deste mês. "A cobertura indoor permitirá oferecer aos torcedores serviços de última geração para ligações de celular, envio de mensagens multimídia e navegação na internet em alta velocidade. A cobertura indoor usa uma tecnologia de última geração, a mesma utilizada nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e atenderá aos serviços de voz e dados nas tecnologias 2G, 3G e 4G. Para reforçar a capacidade de transmissão de dados para uso gratuito da internet pelos torcedores, as prestadoras propuseram às administrações dos estádios a instalação de rede WiFi e Manaus é um dos seis estádios que autorizaram a rede WiFi", explicou o sindicato, em nota.

Aeroporto
As obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes registram diversos impasses desde quando foram iniciadas, em novembro de 2011. A conclusão dos trabalhos no local estava prevista para dezembro de 2013, mas foi transferida para abril deste ano. A Infraero informou, por meio de assessoria de imprensa, que o prazo de entrega, estimado para o mês de maio de 2014, será cumprido. O novo terminal eleva a capacidade de passageiros por ano de 6,4 milhões para 13,5 milhões.

Aeroporto Eduardo Gomes  (Foto: Diego Toledano/ G1 AM)Aeroporto Eduardo Gomes (Foto: Diego Toledano/ G1 AM)

Em janeiro deste ano, as salas de embarque e desembarque internacional remoto foram liberadas para a população, além das novas áreas do saguão, alfândega, imigração, estacionamento - que tem capacidade para 1.085 carros. Em outubro de 2013, parte do estacionamento reformado foi parcialmente liberado para uso. Em dezembro do mesmo ano, uma chuva alagou parte de estacionamento.

Nesta segunda-feira (19), a forte chuva que atingiu Manaus causou alagamentos e prejuízos no aeroporto. Alguns pontos liberados após a reforma sofreram danos. Houve pontos de alagamentos e uma parte do teto cedeu. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) afirmou que reparos já foram iniciados.

Em abril deste ano, o Ministério Público Federal no Amazonas recomendou que a Infraero adotasse medidas de adequação nas obras de reforma e ampliação no Aeroporto. Na ocasião, o órgão apontou uma série de falhas e vícios de construção, como ausência de adequação dos pisos em relevo e das rampas de acesso de pessoas com deficiência, além da ocorrência de alagamentos no estacionamento. Após o registros de problemas devido à chuva, equipes do MPF retornaram ao conteiro de obras para uma nova fiscalização.

Parte da obras no Eduardo Gomes chegaram a ser suspensas. Em janeiro deste ano, a Justiça do Trabalho concedeu liminar, ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho no Amazonas (MPT 11ª Região), autorizando a suspensão de parte das obras de reforma e ampliação do Eduardo Gomes. De acordo com a MPT, a interdição foi necessária devido a riscos à segurança dos trabalhadores. A paralisação afetou trabalhos realizados em alturas.

A Infraero informou que os planos operacionais dos aeroportos que servirão à demanda da Copa do Mundo estão prontos. Além disso, a fase de treinamento de funcionários já foi iniciada. Os cursos envolvem o atendimento ao publico, atendimento às delegações, atendimento às autoridades, movimento operacional de pista, pátio, terminais, segurança operacional, operações de trafego aéreo e estacionamento de aeronaves.

Projeto de monotrilho é analisado em Manaus (Foto: Divulgação)
Projeto de monotrilho é analisado em Manaus
(Foto: Divulgação)

Mobilidade Urbana
Anteriormente programado para implantação para a Copa 2014, o monotrilho foi suspenso pela Justiça Federal. Na ocasião, foi alegado que o projeto apresentava "grandes prejuízos ao patrimônio histórico" da cidade de Manaus. O orçamento inicial era de R$ 1,3 bilhão.

Outro método de transporte urbano que teve a implantação cancelada foi o Bus Rapid Transit (BRT). A Prefeitura de Manaus e o Governo do Amazonas alegaram inviabilidade causada pelo atraso de aprovação e liberação de recursos para a execução da obra.

Em uma tentativa de melhorar o trânsito público, a prefeitura da capital implantou, em fevereiro deste ano, o sistema Bus Rapid Service (BRS) em forma experimental. O projeto utiliza um corredor exclusivo para ônibus. Até o momento, o sistema foi aplicado somente na Avenida Constantino Nery. Em entrevista ao G1, o prefeito de Manaus, Artur Neto, contou que viu no BRS uma solução. "Não tínhamos tempo para implantar os 19 quilômetros do BRT, já que estávamos a 17 meses da Copa quando assumi, e esta seria uma obra de cerca de 30 meses. Entre não fazer nada e fazer algo que possa auxiliar o transporte, eu opto pela segunda alternativa".

Ainda que descartada para a Copa, a implantação do sistema BRT pode voltar a ser estudada. A Superintendência Municipal de Transporte Urbando (SMTU) informou, por meio de assessoria de imprensa, que a estrutura utilizada pelo BRS pode ser utilizada para o BRT ou outra tecnologia de transporte como o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). Segundo o órgão, o custo médio para o BRT é de R$ 15 milhões por km.

A Prefeitura garante que intervenções em ruas que integram o quadrilátero da Copa vão permitir fluidez no trânsito de veículos e pedestres nos dias de jogos em Manaus. Cerca de 62 km de pavimento asfáltico foram concluídos até o final de abril nas 15 vias, segundo balanço divulgado pela Prefeitura de Manaus no dia 28 de abril.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) cedeu o terreno localizado em frente à Arena Amadeu Teixeira para que a Seminf expandisse a alça de acesso ao bairro da Alvorada em mais 150 metros. Com isso, a rua que fica em frente à Arena Amadeu Teixeira (sentido Centro/Bairro) terá mais espaço de calçada, conforme exigência a Fifa, segundo divulgou a Prefeitura.

Porto de Manaus
As melhorias para a capital deviam ainda incluir reformas no Porto de Manaus. As obras tinham início previsto para março de 2013 e deveriam ser concluídas neste mês. Porém, os serviços também não saíram do papel. Dentre ações que deveriam ter sido executadas, com o orçamento de R$ 89,4 milhões, estão restauração, adequação e modernização da área retroportuária, adaptação de armazéns 3 e 4 para o Terminal Hidroviário de Passageiros, adaptação do armazém 0 para bagagens, recuperação estrutural das pontes de acessos dos dois cais flutuantes, aumento do cais das torres, urbanização de pátio para estacionamento e passarela coberta para pedestres.

Em dezembro de 2013, a Justiça Federal suspendeu a licitação para as obras do Porto de Manaus. A decisão teve como justificativas alterações feitas no objeto da licitação, que deveriam fazer com que o edital fosse republicado para que outras empresas pudessem concorrer. Diversas ações judiciais atrasaram as obras no local. O G1 procurou a administração do terminal em busca de informações sobre a situação do local, mas não obteve resposta.

Placa informativa Bilíngue trazia ‘Fifa Fun Fest‘ no lugar de ‘Fifa Fan Fest‘ (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)
Placa bilíngue trazia ‘Fifa Fun Fest‘ no lugar de ‘Fifa
Fan Fest‘ (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

Sinalização de vias
A matriz da Copa estimava a implantação de 400 placas informativas bilíngues (português e inglês) e 89 totens com informações em três idiomas. Segundo a Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), o projeto contabiliza investimento de R$ 2 milhões.

Ao G1, o órgão informou que a implantação das placas e dos totens já foi iniciada e deve ser finalizada até o final do mês de maio deste ano. Segundo informações da Empresa, outras 37 placas históricas serão instaladas nos principais pontos de Manaus. A estrutura contará com fotos e informações sobre o local.

Na segunda (19), a Prefeitura de Manaus informou que as placas de sinalização começaram a ser instaladas na capital. Devem ser colocadas cerca de 200 placas com indicações sobre pontos de atração para turistas e de locais com atividades relativas ao evento mundial.

A reportagem do G1 flagrou, em um ponto da cidade, uma placa com erros de inglês. No local de "Fifa Fan Fest", a fabricante escreveu "Fun" Fest, do inglês diversão. A prefeitura afirmou que ia realizar a mudança na sinalização.

Hospedagem

Tropical Hotel em Manaus está com todos os apartamentos reservados para Copa do Mundo (Foto: Adneison Severiano G1/AM)Tropical Hotel em Manaus está com todos os apartamentos reservados para Copa do Mundo (Foto: Adneison Severiano G1/AM)

Atualmente, Manaus conta com 112 empreendimentos. Dados da Amazonastur mostram que - contabilizando hotéis da Região Metropolitana de Manaus, hotéis de selva e barcos de turismo de luxo - 23 mil leitos são ofertados.

Para o período da Copa, são esperados mais de 120 mil turistas. Segundo informações da Amazonastur, cerca de 90% das acomodações já alcançaram as ocupações máximas. Com o objetivo de suprir a demanda, o órgão criou um projeto de hospedagem alternativa, em que habitantes manauaras oferecem cômodos ou imóveis para aluguel na temporada do Mundial. A Amazonastur informou que o banco de dados do sistema já conta com 400 inscritos.

Fifa Fan Fest
O espaço de 36 mil m² do Fifa Fan Fest terá capacidade para receber um público aproximado de 35 mil torcedores, por dia, durante o evento. Com orçamento estimado em R$ 15 milhões (entre estrutura e cachês de artistas), o prefeito de Manaus disse que tentará diminuir o montante. "Acho um valor alto. Iremos procurar uma forma de fazer com que os patocinadores entrem ativamente no Fifa Fan Fest também. Meu objetivo é que o valor fique em cerca de R$ 9 milhões", afirmou Artur.

Além da exibição dos 64 jogos do Mundial, o espaço deve receber pelo menos 13 atrações musicais durante a Copa, entre elas as bandas Babado Novo, Biquini Cavadão, Calcinha Preta, Cheiro de Amor, Detonautas, entre outros. O Fifa Fan Fest utilizará estruturas temporárias e a infraestrutura existente da Praia da Ponta Negra, em Manaus. A previsão da Manauscult, responsável pela preparação dos espaços do evento, é que até a abertura do mundial, no dia 12 de junho, toda a estrutura esteja montada e pronta para as atividades culturais.

Anfitetaro ganhou marquise para valorizar acústica do local (Foto: Divulgação/Semcom)Anfiteatro da Ponta Negra, onde será realizado o Fifa Fan Fest na capital do AM (Foto: Divulgação/Semcom)

Centro Integrado de Comando e Controle (CICC)
O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) é uma das obras atrasadas a pouco menos de um mês do início do Mundial em Manaus. Segundo o Governo Federal, as obras eram previstas para iniciar em maio de 2013 e com prazo de entrega para novembro do mesmo ano, mas só teve os trabalhos iniciados em agosto do ano passado.

O segundo prazo, 19 de janeiro de 2014, também não foi cumprido. Ao G1, o titular da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Paulo Vital, garantiu que as obras serão finalizadas no final de maio deste ano.

O diretor da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP), Miguel Capobiango, contou que o CICC trata-se de uma atualização do sistema de segurança já existente, o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). "As obras já foram concluídas e só aguardamos equipamento fornecido pelo Governo Federal para iniciar as atividades", informou.

CATs
A revitalização e a criação de novos Centros de Atendimento ao Turista (CATs) são esperadas para junho deste ano. Com investimentos de aproximadamente R$ 5 milhões, os planos tratavam da ampliação e qualificação do CAT localizado na Praça Tenreiro Aranha, além da implantação de dois novos: um na Ponta Negra e outro na Rodoviária de Manaus.

Fachada da Estação Rodoviária de Manaus (Foto: Muniz Neto/G1 AM)
Um dos CATs deve ser instalado na Rodoviária de
Manaus (Foto: Muniz Neto/G1 AM)

Segundo informações da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), o CAT da Praça Tenreiro Aranha foi devidamente revitalizado. Além disso, o órgão informou que uma nova unidade está pronta para funcionamento no Mercado Municipal Adolpho Lisboa. Sobre os CATs da Ponta Negra e da Rodoviária, a pasta afirmou que serão usadas estruturas móveis, que devem ser implantadas até junho.

A Manauscult informou ainda que tem realizado estudos para avaliar a possibilidade de implantar outros CATs móveis pela cidade. A medida, segundo o órgão, será disponibilizada de acordo com a demanda.

Centro de Convenções
Inicialmente programado para janeiro deste ano, o Centro de Convenções do Amazonas (CCA) ainda está em construção. Em entrevista ao G1, a diretora presidente da Amazonastur, Oreni Braga, contou que o orçamento inicial de R$ 25 milhões pulou para R$ 41 milhões quando o projeto passou por mudanças para se ajustar à Copa do Mundo. "Primeiramente, o Centro de Convenções não faz parte da matriz de responsabilidades da Copa; ele foi iniciado antes de sabermos que Manaus seria uma das cidades-sede", disse.

Oreni informou que, depois de Manaus ser escolhida para receber jogos do Mundial, os organizadores do evento entenderam que o Centro poderia ser agregado ao campeonato. Para isso, mudanças no projeto – que acrescentaram R$ 12 milhões ao orçamento – foram necessárias. "Tivemos que parar a obra por nove meses para realizar estes ajustes. É por isso que hoje em dia a fachada do Centro assemelha-se ao projeto da Arena da Amazônia", contou.

A Amazonastur ressaltou ainda, por meio de assessoria de imprensa, que a primeira etapa do CCA será entregue até o final do mês de maio. A construção da segunda fase do Centro, segundo Oreni, será iniciada após o final da Copa. Para a última etapa, o órgão já estima o investimento de R$ 44 milhões.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade