ACUSADO DE MATAR PERSONAL FICA EM SILêNCIO EM DEPOIMENTO
20.03.2018

Walison Magno de Almeida, de 27 anos, acusado de matar o personal trainer Danilo Campos, de 28, ficou em silêncio durante o interrogatório na Delegacia Especializada de Homicídios Proteção a Pessoa (DHPP), na tarde desta terça-feira (20).

 

O capoeirista é apontado como autor dos disparos que mataram o personal, no dia 8 de novembro de 2017, no Bairro Duque de Caxias, em Cuiabá. 

 

O advogado Neyman Monteiro disse que Walison permaneceu em silêncio no depoimento porque a defesa ainda não teve acesso ao inquérito.

 

A delegada Alana Cardoso, que está à frente das investigações, deve ouvir na tarde desta quarta-feira (21) empresário Guilherme Dias de Miranda, 35, acusado de arquitetar o assassinato.

 

Com o depoimento dos dois, a Polícia Civil pretende concluír o inquérito ainda esta semana.

 

Alair Ribeiro/MídiaNews

Walison Magno

Walison foi preso em um condomínio residencial, em São Paulo, junto com a seu amigo e acusado de ser o mandante do assassinato, Guilherme Miranda

Os dois estão presos na Penitenciária Central do Estado desde sexta-feira (16), quando chegaram de São Paulo (SP), onde foram presos.

 

A dupla foi capturada dentro de um condomínio na capital paulista no dia 9 de março, portando documentos falsos.

 

Em depoimentos colhidos previamente pela Polícia Civil, ambos negaram a participação do crime.

 

Outros depoimentos

 

Em fevereiro, a Polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra a suspeita de ser pivô da morte do personal.

 

Ane Lise Hovoruski, 29 anos, que foi aluna na academia em que o personal trabalhava, teve o mandado de prisão temporária (30 dias) cumprido no dia 20, na cidade de Foz do Iguaçu (PR). 

 

Após ouvi-la, no fim de fevereiro, a delegada constatou que Ane Lise não teve participação ativa no assassinato.

 

O caso

 

Testemunhas relataram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram da vítima perto de uma conveniência, na Rua General Ramiro de Noronha, no Bairro Duque de Caxias.

 

A vítima estava ao lado de seu carro, um Honda Civic, e os criminosos atiraram, matando o personal na hora.

 

De acordo com a Polícia Civil, o marido de Ane Lise planejou o assassinato de Danilo por causa de ciúmes.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade