COM DRAMA PESSOAL, VEREADOR DESABAFA SOBRE SITUAçãO DO MT SAúDE
22.03.2018

O vereador e sargento reformado da Polícia Militar, Elizeu Nascimento, usou as redes sociais para desabafar sobre a situação do MT Saúde, plano de saúde destinado aos servidores públicos estaduais e seus dependentes. O órgão não está efetuando os repasses para a rede credenciada, que tem suspendido atendimento aos usuários do plano. 

O desabafo de Elizeu ocorreu por conta de um "drama" vivido neste início de semana. O vereador precisou de atendimento médico para a filha, que na segunda-feira (19) sofreu uma queda e lesionou a coluna, precisando ser atendida com urgência em uma unidade de saúde. Como alguns hospitais da rede conveniada não atendem mais usuários do MT Saúde, o vereador precisou fazer uma verdadeira "perigrinação" em busca de  atendimento para a filha.

Diante da situação, ele decidiu postar um desabafo em suas páginas nas redes sociais. "Eu me envergonho do governo do estado de Mato Grosso, que não honra compromisso com seus fornecedores e com a classe de funcionários públicos que pagam o plano MT SAÚDE em dia, hoje estou me sentindo um debilitado por não poder fazer muita coisa pela minha filha, mas me sinto grande por ter a coragem e hombridade de digitar essas verdadeiras palavras, me sinto gigante em saber que sou um cristão e temente a Deus e que Deus está no comando de toda essa situação delicadíssima que atravesso em minha vida e de minha família", postou.

Segundo ele, pelo fato de ser vereador e ter prestígio, acabou conseguindo internar a filha, cujo estado de saúde considerou "gravíssimo". “Sendo vereador ainda acabo conseguindo manter contato com pessoas de poder, após 3 horas de relógio consegui a internação de minha filha e iniciou a bateria de exames”, contou.

Numa crítica direta ao governador Pedro Taques (PSDB), Elizeu Nascimento afirmou que, neste caso, não cabe as justificativas de falta de recursos e de que o problema é ca corrupção da gestão passada. Ele lembrou que os servidores tem descontado em folha de pagamento a contribuição com o plano de saúde.

"Não há mais clima para jogar culpas sempre em gestores anteriores e na corrupção, pois o valor do plano MT SAÚDE está sendo debitado em nossas contas salariais mensalmente e não sei para onde está indo ou sendo remanejado este dinheiro", completa.

Ao final, afirma ter "vergonha" do atual Governo e pede que o atual chefe do executivo faça uma reflexão sobre a gestão, bem como alerta para possíveis perseguições que possa sofrer. “Governador Pedro Taques o senhor me envergonha mais a cada dia que passa, isto não é pessoal e uma única coisa lhe peço com isso, não faça dessas minhas palavras alimento a me perseguir, utilize essas palavras para refletir e se for temente a Deus, feche seus olhos e pergunte a Deus oque o senhor tem feito pelo povo do estado que o senhor governa”, assinalou.

ALTA

Na quarta-feira, o vereador gravou um vídeo ao lado da filha, afirmando que ela recebeu alta e não precisou passar por cirurgia na coluna. Ele evitou entrar em detalhes sobre o problema com o plano, mas confirmou que teve que pagar parte do tratamento do próprio bolso.

"Tive que pagar um valor razoável, mas guardei a nota para entrar com um processo junto ao MT Saúde para poder ser ressarcido", declarou o parlamentar.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade