ACUSADO DE EMPREGAR "FANTASMA", VEREADOR CORRE RISCO DE CASSAçãO E SER EXPULSO DO PP EM CUIABá
27.03.2018

O vereador Luís Cláudio Sodré (PP) defendeu nesta terça-feira que a denúncia de que o vereador Diego Guimarães (PP) emprega uma funcionária “fantasma” em seu gabinete seja investigada pela Comissão de Ética da Câmara. Ele também pode levar o caso ao diretório do PP para investigar o correligionário.

Nesta segunda-feira, uma reportagem do Programa do Pop (TV Bandeirantes) denunciou que a servidora Mara Piovezan não estaria cumprindo expediente no gabinete do parlamentar. Inclusive, um servidor do local disse que sequer a conhece. 

Luís Cláudio informou que os parlamentares não podem deixar de investigar uma denúncia grave. O emprego de funcionário “fantasma” pode configurar quebra do decoro parlamentar. “Não podemos nos furtar de investigar uma denúncia grave”, disse o vereador, que ainda pode levar a denúncia ao diretório do PP.

Em resposta, o vereador Diego Guimarães afirmou que não teme nenhum tipo de investigação. Ele sugeriu ainda que levará a reportagem para o Ministério Público Estadual para que as investigações sejam realizadas.

O oposicionista insinuou a existência de uma ação orquestrada pelo poder executivo contra vereadores da oposição. “Pode levar para Comissão de Ética da Câmara, do partido, ao Ministério Público. Eu mesmo vou ao MPE levar essa reportagem. O estranho é que todos os vereadores que batem no prefeito do paletó vai ter uma busca pela TV Bandeirantes, do programa do Pop. Vou levar ao MPE a tentativa de um poder de interferir no livre exercício do parlamento”, afirmou, lembrando que o presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB), foi alvo da mesma denúncia.

EZEQUIEL GRAVADO

Guimarães insinuou que o companheiro de partido esteja sendo “usado” pelo poder executivo e sugeriu que denuncie também o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), que à época em que era deputado estadual foi gravado supostamente recebendo propina do ex-governador Silval Barbosa (sem partido) dentro do palácio Paiaguás.  “Pode levar para onde você quiser. Espero que não esteja manchando seu currículo agindo a mando do prefeito do Paletó. Espero que mande também o deputado Ezequiel Fonseca, que foi filmado com caixa de dinheiro”, completou.

O vereador suspeitou que a Câmara tenha fornecido dados sigilosos da sua funcionária para abastecer o programa com informações sobre a suposta “fantasma”. “Aquele repórter tinha em mãos documentos pessoais, carteira de trabalho, comprovante de residência e comprovantes bancários. Não quero imaginar que tenha influência da cunhada do prefeito, que trabalha no RH da Câmara”, assinalou numa referência a Bárbara Pinheiro, que é cunhado de Emanuel Pinheiro. 

Ele voltou a negar que Marta Piovezan seja “fantasma” em seu gabinete, relatando que ela comparece sempre a Câmara e também cumpre agenda nos bairros, organizando reuniões para o vereador e colhendo as demandas da cidade. “Ela ganha R$ 2 mil por mês, um salário condizente com a função que exerce”, explicou.

O vice-presidente da Câmara, vereador Renivaldo Nascimento (PSDB) alertou para que Diego Guimarães tenha prudência ao suspeitar de servidores da Câmara.  “O senhor faça solicitação por escrito porque o senhor não pode falar sobre uma servidora desta Casa, sem ter uma prova cabal. Tem que ter cuidado”, alertou.

O líder do prefeito, vereador Lilo Pinheiro (PRP), cobrou responsabilidade nas análises de denúncias. Ele lembrou que o relator da CPI contra o prefeito Emanuel Pinheiro foi alvo de ataques dos próprios vereadores por conta do episódio em que recebeu um ofício em nome da comissão. “Tenho citado o vereador Adevair Cabral como exemplo. Nenhum vereador teve sua honra tão atingida, tão atacada como o vereador Adevair Cabral. E estas acusações não saíram de fora da Câmara, mas aqui de dentro. Quando é algo contra alguém da oposição, é a mando do prefeito. Mas se é alguém da base, não tem nada disso, não tem interesse político, nem nada. Dizer que tem a digital daqui, ou dali, mais uma vez está sendo feito de forma precipitada. Meu sentimento é de máximo repúdio”, conclui o vereador.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade