DEM Dá PRAZO PARA MENDES ASSUMIR PRé-CANDIDATURA E JAYME Já ADMITE SUBSTITUIçãO
18.04.2018

A construção da principal pré-candidatura ao governo de Mato Grosso pelo Democratas tem prazo para ganhar corpo: 20 de maio. Após praticamente um mês em levando o processo eleitoral ‘banho e maria’, o ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) recebeu ultimato do alto comando do partido para se firmar como pré-candidato ao Palácio Paiaguás e, assim, liderar chapa contrária à reeleição do governador José Pedro Taques (PSDB).

Leia mais
Taques garante que está bem longe de Mauro e diz que Pivetta não irá lhe colocar cabresto


O ex-senador Jayme Campos (DEM) deu o tom da reunião do Democratas que fixou prazo para Mendes descer do muro e fazer com que a militância ‘sinta firmeza’ em sua liderança, na candidatura ao governo de Mato Grosso. Não está descartada a sua substituição. Mendes se filiou ao DEM com grande festa, no Centro de Eventos do Pantanal, em 23 de março, mas, depois, simplesmente desapareceu, com raríssimas aparições na mídia.

“Tivemos uma conversa com ele que pediu um prazo até 20 de maio para tomar sua decisão. Agora independente do Mauro, o partido tem outros candidatos, assim como o partido pode buscar uma coligação partidária. Isso é uma matéria que será discutida no dia 20 de maio. É nessa data que vamos acertar quem serão os candidatos”, disse Campos em entrevista à Rádio Capital FM na manhã desta quarta-feira (18).

Questionado sobre a sua decisão de se lançar como pré-candidato, o ex-senador afirmou que ainda aguarda o posicionamento do partido, mas se sente pronto para disputar qualquer um dos cargos majoritários.

“O partido que vai definir em qual posição que o Jayme Campos vai jogar. Se for para governador, estou pronto, se for para senador, estou pronto. Não tenho nenhuma dificuldade alguma. Estou pronto para ir a luta, inclusive nas pesquisas, todas que estão sendo feitas estou bem avaliado para ambos os cargos”, disse.

Apesar de ter se filiado ao DEM em grande ato em Cuiabá, com a presença do pré-candidato à Presidência da República pelo partido, deputado federal Rodrigo Maia, Mauro Mendes seguiu com posicionamento tímido em relação ao retorno a disputar algum cargo eletivo.

Em entrevistas a imprensa, o ex-prefeito tem sempre afirmado que se filiou à sigla para continuar contribuindo, porém sempre desconversa quando o assunto é sua pré-candidatura ao governo.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade