ONG SUSPEITA DE
27.04.2018

O movimento “Ong Moral” cobra informações da Câmara de Cuiabá sobre o número de servidores que atuam na presidência da Casa de Leis, ocupada pelo vereador Justino Malheiros (PV). De acordo com o diretor da entidade, Gilmar Brunetto, o Gauchinho, são 36 pessoas no total.

A ONG aponta que são 26 assessores atuando na Presidência e outros 10, no gabinete do vereador Justino Malheiros. Brunetto afirma que os representantes da entidade foram recebidos com nervosismo pelos funcionários do legislativo municipal, após cobrarem explicações sobre o número de assessores.

“Recebemos inúmeras denúncias de servidores fantasmas na presidência da Câmara Municipal de Cuiabá. Fomos buscar informações de quem são estes assessores. A ONG Moral entende que 36 servidores para apenas um vereador é muita coisa. Estranhamos também o nervosismo com o que fomos recebidos, o que nos preocupou. Nós, enquanto cidadãos, temos o direito de ir lá, verificar e fiscalizar. Não cabe mais gente naquela Casa”, afirmou.

A coordenadora administrativa da Ong Moral, Elda Mariza Valim Fim, afirmou que a denúncia recebida é completa e inclui fotografia de pessoas, além de outras informações, que não serão expostas até que a entidade termine de apurar o caso. Ela destaca que há casos de assessores que não moram em Cuiabá que trabalham na Câmara.

“A ONG vai requerer provas das atividades dessas pessoas porque assinatura de ponto manual pode-se assinar qualquer dia, ou seja, não reflete a realidade do trabalho, e o contribuinte não pode pagar por esses excessos”, disse.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade