PRESIDENTE Vê FALTA DE ARTICULAçãO DA SITUAçãO PARA APROVAR CONTAS DE TAQUES
29.05.2018

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM), afirmou que, se o Governo do Estado quiser garantir a aprovação das suas contas relativas ao ano de 2016, que se encontram em pauta na Casa de Leis, terá que se esforçar junto com sua base aliada. De acordo com o presidente da Assembleia, toda vez que o assunto é colocado em pauta, os deputados estaduais saem do plenário, derrubando assim a sessão por falta de quórum.

Botelho explicou que sequer os parlamentares da base aliada estão permanecendo no plenário. “O governo, através do seu líder e do secretário da Casa Civil (Júlio Modesto) tem que discutir isso com os parlamentares da base do governo para ver se eles se unem e fazem essa votação. O problema é que quando se coloca as contas do Governo em pauta, os deputados estão saindo do plenário, esvaziando, ficando sem quórum”, comentou.

Botelho apontou que ele tem feito a sua parte como presidente do Legislativo colocando o tema em pauta durante as sessões. “Tentar votar, eu já coloquei várias vezes em votação. Mas não dá quórum. Os deputados saem do plenário. É preciso que exista esta articulação, mas é preciso colocar em todas as sessões, em votação. Se tiver quórum, vota”, afirmou.

Ele, porém, evitou criticar os parlamentares, destacando que a manobra está prevista no Regimento Interno. “O esvaziamento da sessão é regimental. Um direito do parlamentar, seja aqui, na Câmara dos Deputados ou nos Estados Unidos. Faz parte do jogo democrático”, completou.

A aprovação das contas do governador já está no plenário para apreciação da Asembleia Legislativa. Ela foi colocada em votação por três sessões, mas devido a falta de quórum, não foi apreciada.

O parecer da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária foi pela aprovação das contas. Porém, o deputado Zeca Viana deve apresentar um voto em separado pela rejeição do balancete.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade