CAMINHONEIROS MANTêM PROTESTOS EM MT
28.05.2018

Caminhoneiros seguem mantendo os pontos de manifestações e bloqueios em rodovias de Mato Grosso mesmo após o pronunciamento do presidente da República, Michel Temer (MDB), na noite de domingo (27), informando 6 medidas para contemplar a categoria e tentar encerrar a greve que chega ao 8º dia nesta segunda-feira (28).

Apesar da manutenção nas primeiras horas do dia, a expectativa é que os atos sejam encerrados até o fim da tarde. Representantes dos caminhoneiros em Brasília explicaram que ainda estão repassando os termos do acordo aos grevistas. A comunicação totai deve demorar algumas horas.

Nesta segunda-feira, de acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PFR), são 30 pontos de manifestação em rodoviais federais, sem interdições totais, com bloqueio do trânsito apenas de caminhões em todo Estado.

Informações repassadas pela concessionária Rota do Oeste, que administra trechos por todo o Estado, dão conta que 12 manifestações seguem sem alteração desde sexta-feira (25).

As medidas anunciadas por Temer são:

. O preço do óleo diesel terá uma redução de R$ 0,46. Governo está assumindo sacrifícios no orçamento e, naturalmente, honrará essa diferença de custo, sem nenhum prejuízo para a Petrobras.

. O preço do óleo diesel, já barateado pela redução de R$ 0,46, será válido pelos próximos 60 dias. A partir daí, ou seja, daqui a dois meses, só haverá reajustes mensais.

. Medida provisória para que seja cumprida em todo o território nacional a isenção da cobrança do eixo suspenso nos pedágios das rodovias federais, estaduais e municipais.

. Medida provisória para garantir aos caminhoneiros autônomos 30%, pelo menos, dos fretes da Conab

. Medida provisória estabelecendo a tabela mínima de frete, conforme prevista no projeto de lei 121, que está em análise no Senado Federal. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade