PSD NEGA INDICAR VICE DE MAURO E AVISA QUE SERá DECISIVO EM MT
21.06.2018

O PSD chamou de fakenews, em nota, as especulações de que indicará um nome do partido para a vaga de vice-governador na chapa que terá o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), disputará o palácio Paiaguás. Segundo a legenda, os esforços estão voltados para a pré-candidatura do ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) ao Senado.

A possibilidade ventilada era a de que o ex-deputado federal Roberto Dorner (PSD) seria indicado para vice da chapa que teria Mauro Mendes como candidato ao Governo do Estado. Com isso, o projeto seria fortalecido, já que o empresário tem base eleitoral em Sinop, na região norte de Mato Grosso. “Sobre as notícias de que o Partido Social Democrático (PSD) teria sido convidado a indicar nomes para uma possível vaga a vice-governador na chapa encabeçada por Mauro Mendes, informamos que não passam de fakenews. O partido tem se dedicado integralmente a construir o melhor projeto partidário, viajando por todo Mato Grosso, com o compromisso de ouvir os cidadãos mato-grossenses”, diz a nota.

Na nota, o PSD acredita que será o fator decisivo nas eleições, o que segundo a sigla, geraria o que o partido chama de especulações e falsas notícias. A legenda ainda confirma que o projeto de lançar o nome de Carlos Fávaro ao Senado está mantido. “O PSD, de forma definitiva e irrevogável, escolheu, ainda em abril, o presidente regional, Carlos Fávaro, para disputar uma vaga ao Senado. O partido está se dedicando integralmente a esse projeto, fortalecendo, inclusive, os nomes para a chapa proporcional de deputados estaduais e federais”, aponta a nota.

 

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA DO PSD

Sobre as notícias de que o Partido Social Democrático (PSD) teria sido convidado a indicar nomes para uma possível vaga a vice-governador na chapa encabeçada por Mauro Mendes, informamos que não passam de fake News.

O partido tem se dedicado integralmente a construir o melhor projeto partidário, viajando por todo Mato Grosso, com o compromisso de ouvir os cidadãos mato-grossenses.

O PSD, de forma definitiva e irrevogável, escolheu, ainda em abril, o presidente regional, Carlos Fávaro, para disputar uma vaga ao Senado. O partido está se dedicando integralmente a esse projeto, fortalecendo, inclusive, os nomes para a chapa proporcional de deputados estaduais e federais.

Por ser o partido mais orgânico de Mato Grosso, presente em 139 municípios, com cinco deputados estaduais, 25 prefeitos, 18 vice-prefeitos, 188 vereadores, além de contar com quase cinco mil mulheres filiadas, sabemos o tamanho e força do nosso partido. Por isso o PSD será fator decisivo nas eleições, gerando especulações e falsas notícias, mas temos uma base forte e comprometida com os mato-grossenses e que trabalhará incansavelmente para combater qualquer notícia diferente das decisões partidárias.

Diretoria executiva estadual do Partido Social Democrático (PSD)

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade