BOTELHO QUER DESCONTAR 25% DE SALáRIO DE FALTOSOS NA ELEIçãO
13.07.2018

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), informou que deverá publicar até a próxima semana uma resolução estabelecendo um corte de 25% por dia de falta dos parlamentares às sessões durante o período eleitoral.

 

A medida é para evitar o esvaziamento do plenário, o que tem sido recorrente nos últimos meses e tende a piorar com os deputados focados em seus projetos de reeleição. Para aprovação de projetos do Governo e outras medidas, há um número mínimo de 13 deputados presentes. Ao todo, são 24 parlamentares.

 

“Não vai faltar quórum. Vamos descontar 25% dos deputados que não vierem nas sessões de votação. Já está avisado isso. Então, acredito que não vai ter falta de quórum para as votações. O regimento da Casa já dá margem para cortar e vou colocar em prática isso por meio de um decreto”, afirmou o deputado.

 

Não vai faltar quórum. Vamos descontar 25% dos deputados que não vierem nas sessões de votação

Outra medida será concentrar as sessões em que ocorrem votações nas quartas-feiras. No período normal, os deputados trabalham nas terças-feiras à noite, na quarta de manhã e à noite e na quinta-feira de manhã.

 

A alteração já havia sido anunciada por Botelho ao MidiaNews em junho.

 

“Já estamos fazendo uma mudança, uma alteração. Vamos concentrar as votações na quarta-feira e cortar o salário dos faltosos. Entramos em recesso a partir do dia 18. Devo apresentar essas mudanças até dia 17”, explicou.

 

“Antes vamos votar alguns projetos. Por agora, não há projetos polêmicos. São alguns sobre ICMS, entre outras medidas do Governo que já estavam tramitando na Casa e serão votados até semana que vem”, completou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade