MéDICOS, ADVOGADOS, DELEGADO E ESTRANGEIRO; SAIBA QUEM SãO OS 14 NOVOS DEPUTADOS ESTADUAIS
16.10.2018

Com apenas dez, dos 24 deputados estaduais reeleitos na eleição do último dia 7 de outubro, a renovação da Assembleia Legislativa contará com 14 caras novas, algumas delas já conhecidas do eleitor e outras completamente desconhecidas na maior parte do Estado.

Leia também
Pequeno produtor, médico, universitário e ex-ministro; conheça os novos deputados federais de MT


Entre os novatos, o cidadão mato-grossense verá a partir do ano que vem quatro médicos, um deles nascido em Portugal, três advogados, um delegado, um economista, um policial militar e um agente penitenciário.

 
Confira abaixo um pouco do perfil dos 14 novatos na Assembleia Legislativa:
 


 
Delegado Claudinei (PSL): Nascido no interior do Paraná, Claudinei de Souza Lopes, 48 é delegado da Polícia Civil de Mato Grosso há 18 anos. Alinhado as idéias do candidato a presidência da República Jair Bolsonaro, o delegado se filiou ao Partido Social Liberal (PSL) e foi o 5° mais votado no Estado, com 29,9 mil votos em sua primeira disputa eleitoral. Em sua campanha, ele levantou a bandeira de melhorias na segurança pública.
 



Xuxu Dal Molin (PSC): Morador de Sorriso, cidade em que já foi vereador e vice-prefeito Ederson Dal Molin, o ‘Xuxu Dal Molin’, de 42 anos já disputou seis eleições. Atualmente ele é suplente de deputado federal e chegou a assumir a função por três meses, período em que Adilton Sachetti (PRB) tirou licença médica. O novo deputado estadual foi eleito este ano com 23,7 mil votos.

 

 

Lúdio Cabral (PT): Velho conhecido no meio político no Estado, Lúdio Cabral, médico de 47 anos também já disputou seis eleições, se elegendo duas vezes vereador de Cuiabá. O petista também já foi suplente na Assembleia Legislativa, disputou a prefeitura da Capital e o Governo do Estado. Neste ano foi eleito deputado estadual com 22,7 mil votos.
 



Elizeu Nascimento (DC): Sargento da Polícia Militar reformado, com vários anos de atuação na Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), o ex-líder comunitário e atual vereador de Cuiabá disputou neste ano sua quarta eleição. Na suplência, chegou a assumir por alguns meses o cargo de deputado estadual na legislatura passada e em 2016 conseguiu se eleger vereador. Com 21,3 mil voto este ano irá assumir o cargo de deputado a partir de 2019.
 



Valmir Moretto (PRB): Empresário na região oeste do Estado, Valmir Moretto já foi prefeito do município de Nova Lacerda (572 km de Cuiabá) por duas vezes. Em sua campanha, prometeu que irá trabalhar para levar recursos aos 23 municípios de sua região. Ele foi eleito com 21,2 mil votos.
 



Faissal (PV): Afastado da política desde que deixou o cargo de vereador de Cuiabá no ano de 2016, o advogado Faissal Calil, que sempre defendeu a alternância no poder, deixou o PSB e se filiou neste ano ao PV. Na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa neste ano foi o 15° mais votado com 20,5 mil votos.




Dr. João (MDB): Médico renomado com especialização em nefrologia, João José de Matos, de 62 anos tem serviços prestados a saúde em Tangará da Serra e em vários municípios da região sudoeste de Mato Grosso. Nascido em Portugal, com nacionalidade brasileira, o neufrologista conseguiu ser eleito com 19,8 mil votos.
 



Thiago Silva (MDB): Vereador por dois mandatos na cidade de Rondonópolis, sendo em 2016 o mais votado, o economista Thiago Silva de 36 anos já trabalhou em empresas multinacionais e foi professor universitário. Nesta eleição foi eleito com 19,3 mil votos.
 



Ulysses Moraes (DC): Um dos coordenadores do Movimento Brasil Livre (MBL) em Mato Grosso, o advogado Ulysses Moraes será o deputado estadual mais jovem a partir do ano que vem, com 28 anos. Com uma campanha feita praticamente em redes sociais, o novo deputado já afirmou que pretende lutar contra privilégios e que vai trabalhar para diminuir as verbas parlamentares.
 



Dr. Eugênio (PSB): Representante da região do Araguaia, o médico anestesiologista José Eugênio de Paiva, de 53 anos já foi vereador de Água Boa e já disputou a prefeitura do município. Com 13,4 mil votos conseguiu entrar ser um dos candidatos eleitos na Assembleia Legislativa.
 



Silvio Favero (PSL): Atual vice-prefeito da cidade de Lucas do Rio Verde, o advogado Silvio Favero migrou para o PSL neste ano e com um discurso alinhado ao do presidenciável Jair Bolsonaro conseguiu se eleger com pouco mais de 12 mil votos. Em seus discursos de campanha, o deputado eleito disse que irá lutar por melhorias na educação e valorizar a agricultura familiar.




Dr. Gimenez (PV): Com 67 anos, o médico com especialização em pediatria Luis Amilton Gimenez está em Mato Grosso desde 1977 e exerce sai profissão desde então na região oeste. Com pouco mais de 12 mil votos foi eleito este ano em sua primeira eleição.
 



Paulo Araújo (PP): Eleito vereador de Cuiabá em 2016, Paulo Araújo, com 11,6 mil votos deixará seu mandato para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa a partir de 2019. Cuiabano, filho de família bastante conhecida, Araújo é formado em administração de empresas e servidor público estadual.




João Batista do Sindspen (Pros): Nascido no sertão do Pernambuco, João Batista chegou em Cuiabá no fim dos anos 90 e conseguiu passar no concurso para agente penitenciário, onde em 2008 iniciou o trabalho sindical, chegando a ser presidente da classe e ganhando destaque político nos últimos anos por lutas a favor dos servidores no governo Taques. Debutando em eleição, conseguiu ser eleito com 11,3 mil votos.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade