ALUNOS FICAM SEM AULA POR FALTA DE PROFESSORES NO ESTADO
04.09.2018

Por falta de professores, estudantes da Escola Estadual Monteiro Lobato, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, ficaram sem aulas de português durante 15 dias. A direção diz que não pode contratar porque uma lei proíbe a contratação em período eleitoral.

A professora saiu de licença maternidade e a escola não pode contratar um professor substituto, porque durante o período de eleições as contratações são proibidas. Para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), faltou planejamento.

O diretor da escola informou que não conseguiu planejar a contratação de um novo professor por que foi pego de surpresa pela determinação da justiça, que proibiu as contratações. A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) informou que, antes do período eleitoral, orientou as unidades escolares a organizar o corpo docente disponível para que as atividades pedagógicas fossem executada.

A Seduc explicou também ter autorizado horas adicionais aos professores, até que seja encontrada uma solução para o problema e que cada escola vai montar um calendário de reposição das aulas perdidas. Ainda não há data para essas reposições. A direção da escola disse que nesta terça-feira (4) uma pedagoga assumiu as aulas de português.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade