HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR A EX-MULHER CONFESSA QUE ATIROU NO NAMORADO DELA EM MT
03.01.2019

José Antônio de Assis, de 40 anos, confessou, em depoimento à Polícia Civil de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, que atirou no namorado na ex-mulher dele, Roberto Lemos dos Santos, de 50 anos, no sábado (29), em um posto de combustível, na rua Miranda Reis, na capital.

No entanto, o suspeito negou que tenha agredido a ex, Larícia Melhorança Reyes, de 36 anos. Disse ainda que cometeu o crime em razão de ameaças sofridas por parte de Roberto.

José Antônio também relatou que não se lembra da sequência dos fatos, mas que quando saiu do Cuiabá levando a Larícia, a intenção dele era apenas sair da cidade e não ir para Pontes e Lacerda e somente pensou nessa possibilidade depois de passar pelo Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Relatou que ao chegar em Pontes e Lacerda pediu ajuda à irmão dele e telefonou para outra pessoa que estava com o filho do casal, pedindo para que essa pessoa, que ele preferiu não identificar, levasse o filho até ele.

Essa mesma pessoa que foi buscá-lo, o levou para uma região de mato, considerada segura para aquele momento. Ele disse que chegou a montar uma barraca de palha para ele e o filho e que, posteriormente a avó paterna da criança foi encontrá-los.

O suspeito relatou ainda que, no dia 31 de dezembro, percebeu a aproximação dos policiais e tentou fugir, mas, em determinado momento pensou na segurança do filho e resolveu se entregar.

No entanto, confirmar que fez algumas exigências como condição para que se entregasse. Uma dela foi de que ele teria um advogado e a segunda foi que o filho ficasse sobre a guarda da avó e não fosse devolvido a Larícia.

José Antônio afirmou que não cometeu cárcere privado com o filho e com a mãe e que eles é que não queriam se afastar durante a negociação com a polícia.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade