24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

AGRONEGÓCIO Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 09:04 - A | A

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 09h:04 - A | A

PLANO SAFRA

Agricultura familiar voltou a ser prioridade para o Governo Federal em 2023

Ministro Paulo Teixeira falou das ações voltadas aos pequenos produtores no programa A Voz do Brasil

Redação

Plano Safra da Agricultura Familiar, Programa de Aquisição de Alimentos e Quintais produtivos: o pequeno produtor voltou a contar com o investimento do Governo Federal, tanto para exportar, quanto para garantir alimento na mesa dos brasileiros. O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, fez um balanço das ações da pasta em entrevista no programa A Voz do Brasil.

“O Brasil quer equilibrar a produção de grãos que são destinados à exportação e associar a produção de proteínas com a produção de alimentos que estão na mesa da população brasileira”, destacou o ministro.

Entre as medidas para impulsionar o setor, destacam-se a redução da taxa de juros, de 5% para 4% ao ano, para quem produzir alimentos, como arroz, feijão, mandioca, tomate, leite, ovos, entre outros. Além disso, os agricultores familiares que optarem pela produção sustentável de alimentos saudáveis, com foco em orgânicos, produtos da sociobiodiversidade, bioeconomia ou agroecologia, têm ainda mais incentivos, com juros de apenas 3% ao ano no custeio e 4% no investimento. Os valores se estendem a aqueles que investirem em florestas produtivas e produção de frutas que podem melhorar a qualidade do clima e ajudar na recuperação florestal do planeta.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Outra medida são as mudanças no microcrédito produtivo, destinado aos agricultores familiares de baixa renda. “Aquele pequeno agricultor tem 0,5% de juro, que é um juro simbólico, e 40% de desconto para quem paga a prestação em dia”, afirmou Paulo Teixeira.

Programa de Aquisição de Alimentos
O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é um dos principais instrumentos de fortalecimento da agricultura familiar e de promoção da segurança alimentar e nutricional, tornando-se exemplo brasileiro para o mundo. “Com o PAA você adquire o alimento da agricultura familiar e doa esse alimento para as entidades que trabalham com quem estiver com insegurança alimentar”, explicou o ministro.

De acordo com Paulo Teixeira, o investimento do Governo Federal para o programa é de R$1 bilhão para impulsionar o setor. “Isso ajuda muito no orçamento do agricultor da pequena propriedade”.

O PAA, que foi relançado este ano pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, completou 20 anos em 2023. Agora, o programa assume novo formato, priorizando o fomento da produção familiar de povos indígenas, comunidades quilombolas e tradicionais, assentados da reforma agrária, negros, mulheres e juventude rural. Também é garantida a participação mínima de 50% de mulheres na execução do programa, no conjunto de suas modalidades (antes era de 40%).

90 mil quintais produtivos
Ainda falando na participação feminina, o ministro lembrou a criação do Programa Quintais Produtivos, voltado para a promoção da segurança alimentar e nutricional e da autonomia econômica das mulheres rurais.

De acordo com Paulo Teixeira, já são 90 mil Quintais Produtivos em todo o Brasil. A ação consiste em associar os quintais com fomento, assistência técnica, cisternas e comercialização. “Ela tem comida o ano inteiro e tem capacidade de produção para vender no mercado e tirar uma renda”, destacou o ministro.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image