28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

CIDADES Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2022, 09:47 - A | A

Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2022, 09h:47 - A | A

PROJETO SOCIAL

Catadores do lixão recebem cestas básicas e brinquedos para o Natal

Redação

Mais de 130 famílias de catadores do lixão de Cuiabá receberam nesta segunda-feira (19), a doação de cestas básicas e brinquedos. A ação faz parte do projeto “Minha Vida não é um Lixo”, realizado há cinco anos no local e que visa proporcionar mais dignidade aos trabalhadores.

O projeto foi idealizado pelo ex-bancário Jorge Amadio Fernandes, que hoje é aposentado e todo mês entrega cestas básicas e palavras de acolhimento às famílias do lixão.

“A nossa principal luta é dar dignidade a eles. Nosso papel é ajudá-los, pois desenvolvem um trabalho importante que muitas vezes não é reconhecido pela nossa sociedade”, destacou.

Para esta missão, ele também conta com o apoio de sua esposa, Losinete Lopes, e de voluntários.

“A gente traz lanche esporadicamente, mas durante os 12 meses do ano, nestes 5 anos, nós estivemos aqui trazendo as cestas, os lanches, ações de graça, brinquedos para as crianças no Dia das Crianças. É um olhar que a gente precisa ter, porque eles têm todas as necessidades - de alimentos, roupas, calçados, remédio, abraço. Hoje somos uma família e eu só tenho que agradecer a cada colaborador que participou e tornou esse projeto possível”, disse Losinete.

Voluntária do projeto há um ano, por meio da Associação de Apoio aos Pacientes Oncológicos de Cuiabá (AAPOC), a vereadora Maysa Leão (Republicanos), participou das entregas e destacou a importância de um olhar humanizado aos catadores e suas famílias.

“Aprendi a compreender a conexão dessas famílias com o lixão, muitos estão na terceira geração de catadores. Essa é a profissão deles e a fazem com todo amor. Espero que na transição do fechamento do lixão para a adequação da destinação dos resíduos, eles não sejam esquecidos. Como vereadora, irei acompanhar de perto. Poder ajudá-los a ter um Natal melhor, é uma grande alegria", ressaltou a vereadora.

Fátima Casteli é voluntária desde o início do projeto e relatou como tem sido a experiência.

“É uma satisfação muito grande. Agradeço a Deus por ter essa oportunidade de poder ajudar o próximo, trazer um pouco de amor e conforto, além de fazer um Natal mais feliz para essas pessoas que trabalham em condições tão difíceis”.

Para quem recebe as doações fica a gratidão e esperança de dias melhores.

“É uma ação maravilhosa. Na primeira vez que eles vieram, tinha gente que não tinha arroz para comer em casa. O projeto é lindo e sou muito grata por tudo o que fazem por nós”, relatou Jocimara Abadia, 29. Ela é catadora e cria os dois filhos com o dinheiro que recebe do trabalho no lixão.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Thiago da Silva Duarte, 39, conhece de perto a realidade do lixão desde os seis anos de idade. Os pais trabalhavam no lixão e hoje ele lidera o grupo de catadores. A esposa e a sogra também trabalham com reciclagem.

“Todo ano temos esse momento de alegria e alívio para as famílias. Essa ação é maravilhosa e ficamos felizes com as parcerias e adesão de mais pessoas que não medem esforços para ajudar. Um pouco para que não tem nada se torna bastante”.

Outras Informações ou para participar do grupo de doações, entrar em contato pelo gabinete da vereadora Maysa Leão: (65) 99921-0999

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image