15 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

CIDADES Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 10:01 - A | A

Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 10h:01 - A | A

MODERNIZAÇÃO

Novo sistema de captação de água no Rio Vermelho será inaugurado em 2024

Redação

A partir do ano que vem Rondonópolis contará com mais uma inovação no sistema de captação de água bruta do Rio Vermelho. A unidade reponde por quase 40% do abastecimento de água e terá novas bombas, estrutura física ampliada e um processo de pré-tratamento que dará mais qualidade, economia e estabilidade a todo sistema. As obras estão em fase final e foram vistoriadas pelo presidente do Sanear, Paulo José Correia.

“A nossa expectativa é que tudo fique pronto no primeiro trimestre de 2024. É mais um passo que estamos dando para modernizar o sistema de abastecimento de água, que hoje já é considerado um dos melhores do Brasil”, disse Paulo José.

O investimento dotará a unidade de um sistema paralelo de bombeamento, deixando o atual como sobressalente para situações de urgência. A grande novidade será a instalação de um desarenador e uma unidade para a remoção de partículas sólidas da água bruta. Isso deixará o produto final com mais qualidade e ampliará a vida útil dos equipamentos, com a redução da corrosão causada principalmente pelo alto teor de areia na água captada.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

O projeto prevê ainda obras de contenção nas margens do rio, reforma da casa de máquinas, a construção de uma nova guarita e espaços adequados para o armazenamento e mistura de produtos químicos utilizados no tratamento da água.

“Também adquirimos equipamentos para ampliar a automação de todo o sistema. Isso permitirá diagnósticos em tempo real, agilizando medidas para aprimorar o funcionamento e solucionar eventuais problemas”, destaca Paulo José.

As mudanças na unidade de captação de água bruta do Rio Vermelho estão orçadas em R$ 1,6 milhão e são a etapa final de um projeto maior, totalizando R$ 43 milhões, para a ampliação e modernização do sistema. Os recursos foram obtidos ainda na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Além da captação feita no Rio Vermelho, o abastecimento de água em Rondonópolis conta com um sistema de superpoços que responde por mais de 60% do volume fornecido à população.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image