24 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019, 14:30 - A | A

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019, 14h:30 - A | A

SOLIDARIEDADE

Agentes penitenciários arrecadam cestas básicas para doar a famílias de presos em MT

G1

Uma campanha realizada por agentes penitenciários arrecadou 100 cestas básicas que foram doadas às famílias de presos da Penitenciária Central do Estado (PCE) em Cuiabá. Foram arrecadados alimentos e produtos de higiene com doações dos próprios agentes.

Essa é a primeira ação beneficente realizada após o início da reforma e limpeza geral do complexo penitenciário que começou em agosto deste ano.

A agente penitenciária Jemima Camargo de Souza contou que a cesta básica é grande e toda semana o setor de serviço social faz o atendimento às famílias e é feito uma triagem para identificar as que vão receber a doação. “Tem vários produtos, três arroz, vinagre e açúcar. É uma cesta básica bem completa”, disse.

 
Lixo e material descartado que foi retirado da Penitenciária Central do Estado em Cuiabá — Foto: Sindspen/MT

Lixo e material descartado que foi retirado da Penitenciária Central do Estado em Cuiabá — Foto: Sindspen/MT

São mais de 200 agentes penitenciários que estão trabalhando na penitenciária. Essa quantidade é devido à operação que está sendo realizada dentro da instituição carcerária para coibir a atuação de organizações criminosas de dentro do complexo.

Operação na PCE

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a operação foi nomeada de 'Agente Elison Douglas'. O servidor foi assassinado em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, no dia 30 de julho.

Uma força-tarefa revistou a carceragem, os raios e celas da unidade prisional. Serão verificadas também as condições estruturais da área da carceragem e feita a retirada de produtos que estão em 'desconformidade com as regras do sistema penitenciário'.

Na primeira fase da operação, foram apreendidos diversos aparelhos eletrônicos, como ventiladores, freezeres e geladeiras. A PCE tem capacidade para pouco mais de 800 presos e abriga cerca de 2.500 presos cumprem pena na penitenciária.

 
Operação na maior penitenciária de MT apreende eletrônicos, ventiladores, freezers e geladeiras — Foto: Sindspen/MT

Operação na maior penitenciária de MT apreende eletrônicos, ventiladores, freezers e geladeiras — Foto: Sindspen/MT

Após a revista geral foi iniciada a reforma nas celas dos raios 1,2,3 e 4. O objetivo, de acordo com a Sesp, é fortalecer as ações de enfrentamento a crimes que possam ser cometidos dentro da unidade penal.

Durante a operação foram suspensas as visitas aos presos, assim como o atendimento a advogados e defensores públicos. Apenas as escoltas emergenciais, em caso de saúde, serão realizadas.

 

Em nota, o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT) declarou que a operação é um pedido dos servidores do sistema penitenciário tendo em vista o crescimento do crime organizado dentro de unidades penais.

 
A PCE tem capacidade para pouco mais de 800 presos e abriga cerca de 2.500 presos cumprem pena em MT. — Foto: TVCA/Reprodução

A PCE tem capacidade para pouco mais de 800 presos e abriga cerca de 2.500 presos cumprem pena em MT. — Foto: TVCA/Reprodução

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image