24 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019, 14:26 - A | A

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019, 14h:26 - A | A

TEMPO REAL

Cuiabá terá "big brother" na saúde

Muvuca Popular

As unidades de saúde da Capital poderão ser monitoradas por meio de sistema de vídeo. Isto porque a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou, durante a sessão plenária, o projeto de lei de autoria do vereador Adilson Levante (PSB), que dispõe sobre a implantação de sistema de vídeo-monitoramento nas referidas unidades.

A matéria foi aprovada por maioria dos votos e segue para sanção do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Na prática, a proposta prevê a instalação de câmeras de segurança na parte externa e interna de todas as unidades de saúde, seja Unidade Básica de Saúde (UBS), Posto de Saúde da Família (PSFs), Policlínicas, Hospitais, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Pronto Socorro.

Além disso, o projeto ainda determina a instalação de, no mínimo, uma câmera de monitoramento ininterrupto, com captura de áudio e vídeo, nos corredores e entrega de cada stand/Box da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e/ou Centro de Tratamento Intensivo (CTI) dos hospitais da rede pública.

Com esse sistema de monitoramento por câmeras que tem um custo irrisório para o Municipio de Cuiabá a tendência é acabar com as filas em corredor, mal atendimento, falta de medicos, e principalmente desvios de medicamentos e insumos que acaba gerando um prejuizo enorme aos cofres do Municipio, fora que trará mais segurança aos pacientes nos procedimentos.

Em contato com o MPopular, o prefeito Emanuel Pinheiro sinalizou que deverá sancionar nos próximos dias.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image