25 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2022, 11:26 - A | A

Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2022, 11h:26 - A | A

SEXO NA GLOBO

Novela abusa de cenas de sexo em busca de audiência e choca famílias brasileiras

A novela “Travessia”, exibida pela Rede Globo na faixa das 21 horas, já bateu todos os recordes de cenas de sexo em horário nobre e já preocupa autoridades

Redação

A autora Glória Perez, decidiu apelar para tentar salvar do fracasso sua novela “Travessia”.

O recurso sacado pela escritora é a exibição massiva de longas cenas de sexo entre alguns casais de personagens. No capitulo do dia 07/12, por exemplo, a novela trouxe para a telinha da TV nada menos que dois casais em tórridas momentos de conjunções carnais. As cenas mostradas lembravam mais os antigos filmes B de pornochanchada do que propriamente uma tradicional novela global destinada à família. Foram mais de cinco minutos em que os casais de atores Chay Sued (Ari) e Lycy Alves (Brisa) e Alexandre Nero (Stênio) e Giovana Antonelli (Helô), se exibiram emulando a intimidade do sexo.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

A primeira sequência de cenas sexuais foi protagonizada pelas personagens Ari e Brsia e começou com os dois discutindo a relação cheia de mágoas e acusações. As cenas que tinham tudo para se sustentar apenas com o drama de uma separação iminente de um casal que se ama, forçada por circunstâncias alheias à sua vontade, descambou peara a apelação quando a autora conduziu as personagens a transarem.

As cenas sexuais tirou completamente o foco da história e deixou os telespectadores sem saber como Ari e Brisa ficariam após desabafarem seus sentimentos. O resultado evidenciou a gratuidade das cenas de sexo, que só serviram para desviar a atenção e exibir a nudez dos atores envolvidos. O segundo momento apelativo do capítulo ocorreu com as personagens de Alexandre Nero (Stênio) e Giovana Antonelli (Helô). Os dois atores, que já haviam interpretado com sucesso os mesmos personagens na novela “Caminho das Índias” da mesma Glória

Perez, sem precisar tirar a roupa em nenhum capítulo, agora foram obrigados pela novelista a ficarem pelados diante da câmeras e protagonizarem uma sequência de sexo carregado de fetiches, envolvendo algemas e botas de couro, apetrechos usados pelos adeptos do sexo hardcore sadomasoquista. Algo que só se via em filmes de canais fechados em motéis e cinemas de zonas decadentes das grandes cidades. Antes, Glória Perez já havia colocado as personagens de Lucy Alves para transar primeiro com Chay Sued na casa deles na fictícia vila de pescadores Mandacaru, interior do Maranhão e depois com Rômulo Estrela (Oto) numa praia no Rio de Janeiro.

Esta semana, a novela voltou com carga total para as cenas de sexo. Novamente Lucy Alves, na pele de Brisa, teve cenas tórridas de filme pornô com Rômulo Estrela (Oto) transando sobre uma mesa e na cama na casa nova dela no bairro de Vila Isabel. E as personagens de Dandara Mariana (Talita) e Rafael Losso (Gil) fizeram sua “travessia” para as peles de Vênus e Eros ao brindarem os telespectadores com a exibição de seus corpos nus em movimentos sexuais dignos de filmes como “Emanuelle” e “50 Tons de Cinza”.

Nas redes sociais a repercussão oscila entre memes, piadas, críticas ácidas e aplausos rarefeitos. Os verdadeiros fãs de novelas não perdoam a apelação. Os críticos, esgrimem argumentos técnicos contra o abuso evidente da sexualização extremada das relações entre os casais por enfraquecer ainda mais o já titibitate texto da autora que nunca foi uma escritora cuidadosa na composição das falas de suas personagens e profundidade das tramas que mistura em suas novelas.

As autoridades responsáveis pela fiscalização dos conteúdos exibidos em canais abertos, por sua vez, ainda se mantém em silêncio. No entanto, já alertaram a emissora para o o risco de mudarem a classificação da novela Travessia, o que forçaria a Globo a apressar o seu final, uma ideia que não é de todo ruim, já que a audiência de “Travessia” tem ficado muito abaixo do que era esperado para esse retorno de Glória Perez ao horário nobríssimo da emissora. Enquanto isso, resta aos pais, retirarem da sala seus filhos menores de 16 anos assim que terminar o Jornal Nacional.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image