29 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quinta-feira, 03 de Novembro de 2022, 09:26 - A | A

Quinta-feira, 03 de Novembro de 2022, 09h:26 - A | A

'UMA SÓ FAMÍLIA'

Prazo para inscrições em edital de projetos sociais encerra domingo em MT

Redação

Uma infância e uma adolescência saudáveis fazem toda a diferença para que um ser humano se torne um adulto inserido em sua comunidade, feliz e produtivo. Para auxiliar nesta missão, existem muitas entidades e projetos que trabalham focados em dar apoio de diversas formas às crianças e aos adolescentes mato-grossenses.

Estas entidades fazem seu trabalho com amor e competência, mas precisam de mais auxílio para manter as atividades anos após ano. Por isso, a Bom Futuro lançou pelo segundo ano o Edital de Projetos Sociais Incentivados, que visa contemplar projetos focados no atendimento de crianças e adolescentes nas cidades onde a empresa está inserida no estado.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Os projetos devem seguir uma série de regras que podem ser acessadas aqui até domingo (06/11). Em 2021, ano da primeira edição do edital, a Bom Futuro aportou quase R$ 10 milhões, impactando cerca de 10 mil crianças no estado. Foram 21 instituições selecionadas e 24 projetos aprovados nas áreas de cultura, arte e esportes.

“Acreditamos que, com o foco nas crianças, estamos auxiliando na formação de cidadãos completos e preparados para o mundo”, diz Leonardo Rossato, diretor Administrativo e Serviços Compartilhados da Bom Futuro.

A Associação Beneficente Vida Nova, de Várzea Grande, é uma destas entidades. Ela acolhe crianças e adolescentes que tiveram seus direitos violados, que sofreram abandono, maus tratos ou violência sexual e são encaminhadas pelo Poder Judiciário.

Já o Sorriso Hornets, time de futebol americano de Sorriso, na região Médio Norte, atende 300 crianças e adolescentes com práticas esportivas. E ainda a Associação das Manifestações Folclóricas de Mato Grosso, em Várzea Grande, trabalha a manutenção da cultura mato-grossense junto às novas gerações.

A diferença do aporte do edital pode ser vista nas atividades destas instituições que já são atendidas pelo edital da Bom Futuro.

“Graças a empresas como a Bom Futuro conseguimos crescer de maneira mais sólida e impactar cada vez mais crianças, criar excelentes pessoas, pois além do esporte elas são acompanhadas e incentivadas no estudo”, conta Angelo Santos, diretor comercial do Sorriso Hornets.

Aparecida Gomes Torres, gerente administrativa da associação Vida Nova, conta que muita coisa melhorou com os recursos do edital. “Somos gratos porque conseguimos fazer melhorias no ambiente para as crianças acolhidas, na alimentação e também na capacitação das pessoas que trabalham conosco”, diz.

“Todas as pessoas que nos auxiliaram estão também mantendo a tradição e a cultura do nosso estado, que deve ser valorizada. O edital veio para alavancar o sonho de duas professoras que é passar adiante para as crianças e adolescentes as belezas da nossa cultura com o siriri e o cururu”, afirma Carmem Maria Pereira Ferreira, fundadora da Associação das Manifestações Folclóricas de Mato Grosso.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image