13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Sexta-feira, 01 de Novembro de 2019, 15:43 - A | A

Sexta-feira, 01 de Novembro de 2019, 15h:43 - A | A

FORNECEDOR

Procon-MT participa de Mutirão Fiscal com descontos sobre multas

Circuito MT

Fornecedores que possuem multas junto ao Procon-MT referentes a processos com decisão administrativa emitidas até 31 de dezembro de 2016, inseridos ou não da dívida ativa, poderão aderir ao Mutirão Fiscal Fecha Acordo. A ação inicia nesta sexta-feira (01.11) e segue até o fim do mês, com descontos de até 75% sobre juros e multas.

 

 

O Procon-MT possui cerca de 1 mil processos aptos a serem renegociados via mutirão. Somados, esses processos ultrapassam R$ 22 milhões em multas. Entre os fornecedores estão bancos, serviços de água, esgoto e energia elétrica, lojas de eletrodomésticos, entre outros. 

O mutirão é realizado em parceria com o Poder Judiciário Estadual. O atendimento é feito no segundo andar da Arena Pantanal, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, sem intervalo para almoço, com distribuição de senhas até às 16h. O acesso é pelo portão A do estádio. 

A exceção ficará por conta dos dias em que haverá jogos pelo Campeonato Brasileiro da série B. Nestas datas (1º, 5 e 12/11), o atendimento ficará reduzido até às 13h, com distribuição de senhas até às 11h.

 



 

Durante o Mutirão Fiscal será possível renegociar dívidas fiscais e tributárias geradas no âmbito dos seguintes órgãos: Secretaria de Fazenda (Sefaz), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran), Procon e Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager). 

As dívidas oriundas de multas e taxas do Detran, Sema, Indea, Procon-MT e Ager poderão ser renegociadas por meio do Regularize. Serão cerca de 200 conciliadores trabalhando simultaneamente, em dois turnos, para esclarecer dúvidas e fazer as renegociações. 

O Mutirão Fiscal possibilita ao contribuinte quitar os débitos com vantagens financeiras, evitando que seu nome seja inscrito nos serviços de proteção ao crédito. Além disso, por meio da ação, o Governo aumenta a arrecadação do Estado e reduz, consideravelmente, o estoque de processos jurídicos e administrativos.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image