16 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 11:18 - A | A

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 11h:18 - A | A

'COMPENSAÇÃO'

Projeto de peritos criminais de MT vence prêmio nacional de boas práticas no serviço público

Redação

O projeto de Capacitação com Qualidade de Vida e Resultados, proposta por cinco peritos criminais de Mato Grosso venceu uma das 6 categorias do 2º Prêmio de Boas Práticas, promovido pelo Consórcio Brasil Central, para incentivar a melhoria contínua nos serviços públicos e promover a troca de ideias inspiradoras entre as sete unidades federativas que compõem o consórcio: Mato Grosso, Rondônia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

O concurso, lançado em junho deste ano, recebeu 139 inscrições provenientes de todas as unidades federativas consorciadas para concorrer em 6 categorias. A qualidade e diversidade das propostas demonstram o comprometimento e a criatividade dos profissionais envolvidos na gestão pública dessas regiões.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Na categoria de Segurança Pública, Mato Grosso se destacou com o projeto Capacitação com Qualidade de Vida e Resultados, evidenciando esforços para aprimorar a segurança com uma abordagem holística. A proposta é dos peritos criminais: Andrea Diniz, Carlo Ralf, Francielle, Ozlean e Tadeu, todos lotados na Gerência de Áudio e Vídeo da Politec.

A proposta foi propor a compensação dos horários utilizados nos cursos noturnos e nos finais de semana com a carga horária de trabalho mensal, mediante a entrega de um produto de qualidade desenvolvido com os ensinamentos apresentados no curso e relacionado com a atividade de trabalho.

Por meio de uma pesquisa entre os servidores foi constatado que 55% dos peritos criminais em regime de expediente de 44 h semanais (8h 48 min diários) não se sentiam motivados a realizar capacitação de forma continuada, sendo os principais fatores que desestimularam a realização de novas capacitações eram: excesso de carga horária (76%), falta de tempo (64%), sacrifício do convívio familiar (56%) e falta de incentivo da instituição (48%).

Outro problema encontrado foi convencer a diretoria da Politec em permitir a compensação da carga horária do curso, realizado na sexta-feira à noite e no final de semana, com a carga horária de trabalho mensal.

Contudo, os peritos escalados realizaram o curso de Especialização de Perícias em Imagens e Documentos Digitais, pela instituição IPOG, sem nenhuma desistência e com o cumprimento total da carga horária.

Todas as 21 horas mensais do curso foram compensadas durante o mês seguinte mediante apresentação do comprovante de presença fornecido pela instituição educacional, sendo conferida e autorizada a compensação pelos: Coordenador de Perícias Internas e Diretor Metropolitano. Os dias das compensações foram administradas pelo Gerente de Perícias em Áudio e Vídeo que as organizou em escalas para a seção não ficar desassistida. Os dias das compensações foram utilizados pelos peritos para resolver os problemas domésticos.

“O sucesso do projeto se deu pela visão empreendedora da equipe que se propôs a fazer uma política ganha-ganha, onde o estado, sociedade e servidores são beneficiados. Os resultados positivos começaram a surgir ao longo do curso e nenhum problema foi registrado”, apontou a perita criminal, Andrea Diniz.

 
 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image