24 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLICIA Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019, 13:58 - A | A

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019, 13h:58 - A | A

GRAVADO PELAS CÂMERAS

Paciente mostra órgão genital e abusa de menina num posto de saúde

Folha Max

Um homem acusado de abusar sexualmente de uma menor de idade dentro do Posto de Saúde de Porto Esperidião foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Secretaria Municipal de Saúde e Ministério Público, na quarta-feira (25.09), logo após cometer o crime. O suspeito P.N.R.C., 42, teve os atos libidinosos gravados pelas câmeras de segurança da unidade e foi preso em flagrante por estupro de vulnerável.

A vítima, de 10 anos, acompanhava a mãe na unidade de saúde, onde o suspeito também aguardava por uma consulta. Os abusos iniciaram quando a mãe da menor entrou para ser atendida. Enquanto aguardava a mãe no corredor de espera, o suspeito começou a se tocar intimamente e mostrar o órgão sexual para a vítima, além de se aproximar e tocar nela.

Toda a ação do suspeito foi filmada pelas câmeras de segurança e quando a vítima saiu do posto de saúde, ele ainda foi atrás dela e da mãe com a intenção de continuar os atos libidinosos. As diligências que resultaram na prisão do suspeito iniciaram após a menor contar para mãe que havia sido abusada dentro do Posto de Saúde.

Assim que a equipe da Polícia Civil de Porto Esperidião foi acionada, entrou em contato com a unidade de saúde. Através das imagens do circuito interno, os policiais conseguiram identificar o suspeito que foi preso em flagrante em via pública, ainda nas proximidades do Posto de Saúde.

O suspeito foi conduzido a Delegacia de Porto Esperidião, onde após ser interrogado pelo delegado Edison Pick, foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável. Em checagem no sistema, foi verificado que ele também estava com mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio, o qual também foi devidamente cumprido.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image