15 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLICIA Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019, 13:56 - A | A

Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019, 13h:56 - A | A

ROUBOS E FURTOS

Trio que roubou Havan é identificado por usar guarda-sol comprado na loja para esconder rosto

Olhar Direto

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG) prendeu João Vitor de Araújo, de 31 anos, conhecido como "Vovô do Cabral", na manhã de quarta-feira (23). Ele é um dos envolvidos no furto de 283 aparelhos celulares na loja de departamento Havan, em Várzea Grande. Outros dois suspeitos já foram identificados através do código de barras de guarda-sóis usados para esconder os rostos, que foram adquiridos na própria loja.


O crime aconteceu na madrugada de terça-feira (23), por volta das 4 horas, quando os criminosos colocaram uma escada nos fundos da loja para subir ao segundo andar, onde fica o depósito. Eles arrombaram a porta do depósito e quebraram três paredes para ter acesso a sala onde ficavam os celulares. Logo depois, fugiram. No local, foram encontrados vários equipamentos utilizados para arrombamentos, como furadeira, escada, pé de cabra e dois guarda-sóis.

Assim que foi acionada do roubo, a equipe da Derf Várzea Grande iniciou as diligências para identificar os autores do crime. Em análise do vídeo do circuito interno de segurança da loja, não foi possível identificar os suspeitos uma vez, que eles utilizaram os guarda-sóis para dificultar a captação das imagens.

A identificação dos suspeitos foi possível porque os guarda-sóis utilizados pelos criminosos foram comprados na própria empresa e ainda estavam com o código de barras, que indicavam que os produtos foram adquiridos no dia 15 de outubro.

Em análise das imagens da referida data, os policiais conseguiram identificar os três suspeitos, que chegaram a loja em um veículo Renaut Duster. Diante das suspeitas, os policiais foram até a residência do João Vitor onde o suspeito foi flagrado em posse de um aparelho Samsung S10, ainda na caixa furtado da loja e R$ 3 mil em dinheiro.



Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Derf-VG, onde após ser interrogado pelo delegado Guilherme Bertoli, foi autuado em flagrante pelo crime de furto qualificado por destruição ou rompimento de obstáculo e concurso de pessoas.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image