17 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2023, 09:57 - A | A

Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2023, 09h:57 - A | A

DIVERSAS ATIVIDADES

Educação como caminho é o tema de mais um vídeo da campanha de fim de ano do Governo

Em 2023, Governo Federal reajustou e ampliou o número de bolsas, recompôs orçamentos de universidades e institutos federais e renegociou dívidas do financiamento estudantil

Redação

A educação como caminho, símbolo de oportunidades e orgulho familiar é a característica de mais um filme da campanha de fim de ano do Governo Federal que vai ao ar nesta sexta-feira, 22 de dezembro.

A peça retrata uma cena de família. Um pai chega à sua residência e encontra a filha que não via há tempos, e com quem havia se desentendido, sentada em uma cadeira junto à mesa da cozinha. Surpreso, ele pergunta: "Você aqui? Voltou para casa ou veio discutir de novo?". A mãe acalma a situação e pede para que ele ouça a filha.

A menina olha para o pai com orgulho e conta: "A sua filha vai cursar uma universidade, pai. Era o seu sonho, né? Eu consegui, pai. A gente conseguiu". Na sequência, o pai se emociona, abre os braços, a filha corre até ele e os dois se abraçam.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

INVESTIMENTO - Ao longo de 2023, o Governo Federal reajustou valores e aumentou o número de vagas para bolsas da CAPES, do CNPq e do Ministério da Educação. O reajuste e as novas vagas aportaram R$ 2,38 bilhões ao investimento em bolsas em 2023. A ação favoreceu 335 mil bolsistas. As bolsas estavam sem reajuste havia 10 anos.

O aumento foi de cerca de 40% para estudantes de mestrado e doutorado; os pós-doutorandos receberam acréscimo de 27%. O auxílio para a iniciação científica e à docência teve aumento de 75%. A Bolsa Permanência, direcionada a estudantes quilombolas, indígenas, integrantes do Programa Universidade para Todos (Prouni) e alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica foi reajustada em cerca de 20%.

Além disso, o número de bolsas oferecidas pelo MEC, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da Secretaria de Educação Superior (Sesu), subiu de 218 mil para 275 mil, o que representa 26% de acréscimo. Mais de 250 mil bolsistas em todo o Brasil foram impactados.

DESENROLA DO FIES - Outra medida importante foi a sanção da lei que permitiu criar condições mais favoráveis para renegociação de contratos do Fies. No caso de inscritos no CadÚnico, foi concedido desconto de até 99% do valor consolidado da dívida. Para os demais estudantes, os descontos chegaram a 77%.

CAMPANHA — A campanha do Governo Federal “O Brasil é um só povo” foi lançada em rede nacional no dia 10 de dezembro, com a intenção de mobilizar os brasileiros para a consolidação da reconstrução do país. Desde o início do ano, o Governo Federal tem trabalhado com a mensagem de união e de reconstrução. A campanha é parte desse trabalho.

Um dos filmes tem o formato de clipe e foi gravado por artistas de variados estilos musicais. Do ritmo soul de Sandra de Sá aos cantos Gospel do pastor Kleber Lucas, o clipe traz ainda a batida funk da cantora Lellê, a toada de Jorge Vercillo e o axé de Manno Góes. A trilha musical entoa mensagens como “um Brasil e um só povo” e “somos filhos de uma mãe gentil, de um Brasil que luta e não se curva”.

Outro vídeo retrata uma festa de Natal e destaca o Movimento Nacional pela Vacinação, reforçando mensagens de combate ao negacionismo e à desinformação, além de incentivar a retomada de relações familiares.

A campanha inclui ainda comerciais que colocam os brasileiros como protagonistas de histórias cotidianas sobre reconciliações e trazem exemplos de pessoas beneficiadas por programas sociais como o Minha Casa Minha Vida, Novo PAC, Bolsa Família, ProUni, Farmácia Popular e Plano Safra. As peças valorizam conceitos como família e cidadania e sentimentos como solidariedade e amizade.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image