15 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023, 10:06 - A | A

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023, 10h:06 - A | A

REFERÊNCIA

Emenda de Emanuelzinho e Wellington Fagundes pode trazer unidade da Rede Sarah para MT

O vice-líder do governo na Câmara e o senador incluíram um destaque de bancada PPA para a construção da unidade do hospital que é referência internacional em reabilitação

Redação

A Rede Sarah Kubitschek, internacionalmente reconhecida como referência em reabilitação e tratamento especializado, pode ganhar uma unidade hospitalar em Cuiabá graças ao trabalho do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (MDB-MT) e do senador Wellington Fagundes (PL-MT) para inclusão do destaque de bancada no Plano Plurianual 2024-2027 (PPA) -projeto que traz o planejamento de médio prazo para o governo para os próximos quatro anos e orienta a elaboração dos orçamentos anuais, aprovado pelo Congresso Nacional na tarde da última quinta-feira (14).

O deputado governista expressou sua gratidão ao relator do PPA, o deputado federal Bohn Gass (PT-RS) pela sensibilidade em incluir o projeto ao texto, por entender a importância da saúde pública para Mato Grosso. “Quero agradecer por esse primeiro passo dado para levar uma unidade da Rede Sarah para Cuiabá e todo Mato Grosso. Incluir esta proposta no PPA é a primeira etapa para que possamos ter na previsão orçamentária do governo a possibilidade de levar o Sarah Kubitschek para nosso estado e, enfim, esse sonho se tornar uma realidade”, afirmou o vice-líder do governo.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Já o senador Wellington Fagundes, além de agradecer o relator da matéria, também destacou a importância de ter uma unidade do Sarah em Mato Grosso para a promoção da saúde na região. “Quero agradecer ao deputado Bohn Gass, relator do PPA, que teve a sensibilidade de atender nossa solicitação, por saber que Mato Grosso é um estado em desenvolvimento, e que o Sara Kubitschek é uma unidade de pesquisa e de tratamento, e que é extremamente importante para nós mato-grossenses e toda a região da Amazônia tendo mais uma unidade da Rede Sarah”, afirmou.

O pedido foi atendido pelo relator do texto que criou um anexo para incluir propostas de investimentos feitas pelos parlamentares que não estavam no projeto do governo. Entretanto, esses projetos devem depender da destinação de recursos de emendas nos orçamentos anuais. Ao todo, o investimento proposto para a construção da nova unidade foi de R$ 180 milhões e a expectativa é de que pelo menos 4,5 mil atendimentos devem ser realizados anualmente pela nova unidade.

A proposta, que já havia sido inserida pela professora e assessora parlamentar Adriane Martins na plataforma Brasil Participativo (plataforma do governo federal de recebimento de propostas para inclusão no PPA) em junho, também já tinha sido apresentada em Plenária em Cuiabá.

Apenas no ano passado, o Sarah de Brasília realizou 15.043 atendimentos de pacientes vindos de Mato Grosso, 8.511 atendimentos de Rondônia e 2.702 atendimentos do Acre - outros dois estados que devem ser beneficiados pela unidade em MT - totalizando 26.256 atendimentos de pacientes oriundos desta região.

“É de extrema importância para o governo e de interesse do Presidente Lula ter uma unidade do Sarah em MT para atender as demandas médicas de reabilitação nas áreas neurológicas e ortopédicas, e a oferta das especialidades em ortopedia, pediatria do desenvolvimento, reabilitação neurológica, neurocirurgia, cirurgia reparadora e neurorreabilitação em lesão medular, e reabilitação pós-Covid especialidades importantes quase inexistentes em Mato Grosso”, avaliou Emanuelzinho.

Atualmente, a Rede Sarah conta com nove unidades, localizadas em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Macapá (AP), Rio de Janeiro (RJ) e São Luís (MA). Com a nova unidade da Rede Sarah, seria possível oferecer assistência médica qualificada e gratuita a toda a população mato-grossense, e de estados vizinhos, que necessitam de reabilitação nas áreas neurológicas e ortopédicas, reduzindo assim, a fila de espera por atendimento nas demais unidades. Além da assistência médica, o hospital também desenvolve procedimentos e atividades de pesquisa na área da saúde.

Participaram também da articulação para a ampliação da Rede Sarah em MT o ex-deputado federal Valtenir Pereira, o deputado estadual Juca do Guaraná, e a professora e assessora parlamentar Adriane Martins.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image