24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Terça-feira, 05 de Dezembro de 2023, 16:14 - A | A

Terça-feira, 05 de Dezembro de 2023, 16h:14 - A | A

MERCADO DE TRABALHO

Falta de mão de obra qualificada é tema de debate na Câmara

Redação

A Comissão do Direito do Consumidor e do Contribuinte da Câmara de Cuiabá realizou na segunda-feira (04) um debate sobre a falta de mão de obra qualificada para o mercado de trabalho e as suas consequências para as empresas. O evento contou com a participação de empresários, representantes de instituições, gestores de recursos humanos e secretários municipais.

O vereador Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania), que preside a comissão, foi o idealizador do debate. Ele disse que o objetivo foi o de discutir e fomentar o assunto com os diversos setores envolvidos. Ele afirmou que está preocupado com a situação, que afeta tanto os consumidores quanto os contribuintes.

“Estamos preocupados com essa falta de mão de obra e nós, da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte, convidamos a secretaria, instituições e órgãos competentes para discutir e fomentar o assunto”, disse.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Entre os participantes do debate estavam o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cuiabá, Célio Fernandes, representantes da Associação dos Síndicos de Mato Grosso (Ascmat), Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Fórum Agro, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Grupo Canopus, Todimo, Carvalima Transportes e Trael. 

Eles expuseram as dificuldades que enfrentam para contratar profissionais qualificados e que se adaptem às exigências do mercado. Eles também sugeriram soluções para melhorar a capacitação e a empregabilidade dos trabalhadores.

O vereador Rodrigo Arruda e Sá apresentou alguns projetos que desenvolveu para qualificar as pessoas para as vagas de trabalho. Um deles é levar conhecimento técnico e de informática para os bairros de Cuiabá através dos centros comunitários. Ele disse que tem parcerias com a Defensoria Pública e outras instituições para oferecer cursos gratuitos à comunidade.

“Eu trabalhei nove anos, fui diretor geral da Defensoria Pública e passei pela coordenação administrativa de lá também e saí para ser vereador. O cargo de vereador veio numa função pública de poder ajudar as pessoas”, disse Rodrigo.

A comissão pretende dar continuidade ao assunto e realizar novas reuniões para acompanhar as demandas e as propostas apresentadas.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image