28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Quinta-feira, 10 de Novembro de 2022, 08:42 - A | A

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2022, 08h:42 - A | A

NOVO RECURSO

Paccola recorre ao Tribunal de Justiça para reverter cassação na Câmara

Redação

O vereador cassado Tenente Coronel Marcos Paccola (Republicanos) entrou com um recurso junto à Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) nesta última terça-feira (8), na tentativa de reverter a cassação do seu mandato na Câmara Municipal de Cuiabá.

O agravo foi ingressado logo após o juiz Flávio Miraglia Fernandes, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, negar a liminar do republicano e manter sua cassação.

Paccola teve seu mandato cassado por quebra de decoro parlamentar, pelo assassinato do agente socioeducativo Alexandre Miyagawa, 41 anos, em 1 de julho de 2022, em pedido de cassação de autoria da vereadora Edna Sampaio(PT).

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Paccola foi cassado por 13 votos, o mínimo necessário para a perda do mandato, por quebra de decoro parlamentar devido ao fato dele ter matado com 3 tiros pelas costas  Alexandre Miyagawa, o agente penal.

O caso

Alexandre estava acompanhado da namorada Janaina Sá, no dia 1 de julho, em uma distribuidora de bebidas, após invadirem a contramão da via. Janaina teria se apressado para ir ao banheiro e acabou colidindo com um veículo que estava no local.

Diante disto, acabou gerando uma breve discussão na distribuidora. O Vereador por Cuiabá Marcos Paccola (Republicanos), teria ouvido que um homem estaria com uma arma em punhos e se deslocou até a confusão.

Neste momento, Alexandre e Janaina já estavam de saída, quando Paccola realizou três disparos pelas costas do agente.

O homem morreu ainda no local. Paccola alega que agiu por “legítima defesa de terceiros”. O caso acabou ganhando repercussão e pressão de partidos políticos, para que o vereador fosse afastado.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image