28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 10:59 - A | A

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 10h:59 - A | A

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

Vereadora Maysa Leão preside audiência pública e sessão solene para reforçar campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”

Redação

A campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher” terá programação especial na Câmara de Vereadores de Cuiabá, com a realização de audiência pública e sessão solene proposta pela vereadora Maysa Leão (Republicanos). A campanha nacional visa conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressão contra meninas e mulheres em todo o mundo.

A iniciativa em Cuiabá faz parte do movimento Conecta 21, coordenado pela Organização da Sociedade Civil de Atendimento Psicossocial às Mulheres e Crianças em Situação de Violência, ONG “Lírios”.  A organização foi fundada há 9 anos, no município de Várzea Grande e já atendeu mais de 13 mil  crianças e mulheres, vítimas de violência doméstica.

A audiência pública “Diretrizes e soluções para o combate à violência contra mulher”, será realizada no dia 30 de novembro, das 14h às 17h, na Câmara Municipal de Cuiabá. A sessão solene “Laço Branco”, está marcada para o dia 12 de dezembro, das 18h às 20h, também na Câmara.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

“A campanha vai trazer reflexões sobre os variados cenários da violência, com a contextualização de suas vulnerabilidades. São 21 dias de luta e conscientização sobre as ações de proteção. É nossa responsabilidade desenvolver políticas públicas e evitar que mais mulheres e crianças percam a vida para a violência”, destacou a vereadora.

A Programação do movimento Conecta tem ações em Cuiabá e Várzea Grande, começa no dia 20 de novembro e segue até o dia 10 de dezembro com a realização reuniões, rodas de conversa, palestras, chá com bolo, panfletagem, curso de educação financeira e empreendedorismo, bazar, e caminhada pela erradicação da violência contra meninas e mulheres.

Dados da Violência

De acordo com o último relatório da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da Superintendência de Observatório, o primeiro semestre deste ano apresentou uma redução de 5% nos casos de feminicídio em Mato Grosso.

De janeiro a junho de 2021, o Estado registrou o assassinato de 22 mulheres vítimas de violência doméstica, e nos seis primeiros meses de 2022, foram 21 feminicídios. Nos 12 meses do ano passado, 43 mulheres foram vítimas deste tipo de crime.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image