28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

SAÚDE Terça-feira, 20 de Dezembro de 2022, 14:37 - A | A

Terça-feira, 20 de Dezembro de 2022, 14h:37 - A | A

TECNOLOGIA

Usuários do SUS são beneficiados com mais de 10 mil sessões de oxigenoterapia hiperbárica no Hospital Municipal de Cuiabá

Redação

O Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto-Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” (HMC) está entre os poucos hospitais públicos do país que dispõe de câmara hiperbárica. O serviço foi implantado em junho de 2021, na unidade. Ao todo já foram realizadas 10.411 sessões de oxigenoterapia hiperbárica (OHB) aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). 

A oxigenoterapia hiperbárica ajuda na recuperação de pacientes vítimas de lesões decorrentes de traumas, feridas, queimaduras e infecções. O tratamento acelera o processo de cicatrização, consequentemente reduz o número de amputações. Além disso, diminui o risco de infecção e o tempo de internação de pacientes.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Segundo o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, a oxigenoterapia hiperbárica é tratamento padrão ouro, reconhecido internacionalmente. “Nossa gente merece padrão particular para o serviço público. O preço médio por sessão na câmara hiperbárica em uma unidade particular é exorbitante, e as pessoas humildes necessitam deste tratamento de ponta. Isso é humanizar e contemplar nossa população com muitos benefícios, por meio de um tratamento revolucionário que reduz sequelas e traz qualidade de vida à população”, destacou. 

O médico hiperbarista, Pedro Henry, explica que o paciente é colocado em uma câmara hiperbárica por 90 minutos, durante esse tempo, o paciente inala oxigênio a 100%, em um ambiente cuja pressão é cerca de 2,5 vezes maior que a pressão atmosférica normal.

“A absorção maciça de oxigênio que ocorre nessas condições eleva para mais de 20 vezes os valores normais da pressão de oxigênio no organismo humano. Isso é um tratamento de ponta que produz  inúmeros efeitos benéficos nos pacientes”, explicou Henry. 

Para o diretor-geral Paulo Rós, da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que administra o HMC, é muito comum no Hospital Municipal de Cuiabá a admissão de pacientes em situações de traumas decorrentes de acidentes de trânsito. “O HMC é referência em traumatologia e ortopedia. E a oxigenoterapia hiperbárica é fundamental para o tratamento destes pacientes com grandes lesões. Sem o recurso da oxigenoterapia hiperbárica é pouco provável a recuperação completa do paciente. É um avanço muito grande para a rede SUS”, concluiu. 

Reconhecimento internacional

O Tratamento com oxigenoterapia hiperbárica do Hospital Municipal de Cuiabá foi reconhecido internacionalmente, através do jornal coreano “Journal of Trauma and Injury  - JTI”. O jornal publicou no dia 26 de maio, o relato de caso de um paciente da rede SUS, tratado no HMC, com oxigenoterapia hiperbárica, em decorrência de uma lesão por esmagamento na mão. O paciente também foi submetido à cirurgia reconstrutiva e cirurgia para enxerto na mão. Com o tratamento, o paciente recuperou as funções da mão, o que seria pouco provável se não fosse tratado com a oxigenoterapia hiperbárica.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image