19 de Junho de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

Segunda-feira, 20 de Maio de 2019, 15h:51 - A | A

Comércio em Cuiabá terá “Dia Livre de Impostos” neste mês

Olhar Direto

Imagem Ilustrativa/Google

image

Empresas de vários segmentos estão sendo convidadas pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL) a participarem do Dia Livre de Impostos (DLI), no próximo dia 30 de maio. A ação ocorre em diversos Estados brasileiros para conscientizar a população sobre a alta carga tributária. O objetivo é transmitir para a população o quanto a carga tributária elevada impacta na vida das pessoas.
 
De acordo com o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, a população precisa ter conhecimento de quanto se paga em imposto. "Toda vez que aumenta um determinado imposto, tributo ou taxa, o valor é repassado para o preço de venda, ou seja, o consumo da nossa população é extremamente afetado", explica.
 
Segundo a Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CNDL), em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada imposto e está em último como país que melhor retorna o dinheiro para a população. "É um absurdo no nosso país termos que trabalhar em média 153 dias (5 meses) durante o ano só para pagarmos impostos. Estamos em um período que precisamos gerar empregos e assim movimentarmos a economia, por isso, precisamos conscientizar a população o quanto representa essa carga tributária que em alguns produtos passam de 58% como é caso dos produtos de maquiagens ou 43% nos eletrônicos", afirmou Granja.

Em Cuiabá, assim como em Sinop, Rondonópolis e no restante do País, o "Dia Livre de Impostos" estará acontecendo no dia 30 de maio. "Nesta data, os comerciantes interessados em participar da campanha irão comercializar alguns produtos com desconto real equivalentes a incidência da carga tributária aplicada na formação do preço de venda. Reforçamos que o objetivo não é vender mais ou menos neste dia, não é um dia de promoção, mas sim, de conscientização, de forma simbólica retrataremos através de algumas vendas o impacto da alta carga tributária em nossas vidas", explicou o superintendente.

Imprimir




RÁDIO

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da





ENQUETE

VEJA MAIS

Você é contra ou a favor ao novo decreto do porte de armas?

PARCIAL

(65) 3052-6030

redacaocopopular1@gmail.com admcopopular1@gmail.com financeiro@copopular.com.br

logo
image