24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

CIDADES Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 09:35 - A | A

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 09h:35 - A | A

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Secretaria recebe 800 mudas do IFMT em reconhecimento ao trabalho pela educação ambiental

Redação

Profissionais que atuam na Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, especificamente no Horto Florestal Tote Garcia, foram homenageados pela Direção de Extensão (DIEX) do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) pelo trabalho desenvolvido junto à comunidade. O reconhecimento resultou no recebimento de 800 mudas de plantas que além de estimular visam a continuidade das ações e ocorreu segunda-feira (11).

“Chamaram a gente para agradecer pelo trabalho. Na oportunidade, fizeram a homenagem e disseram que seriam parceiros da iniciativa para que possam continuar sendo executadas”, explicou a gerente da Unidade de Conservação, Zilda Helena da Silva.

Segundo a servidora e coordenadora de estágio da Diretoria de Extensão do IFMT (Diex), Campus Cuiabá Octayde Jorge da Silva, Vânia Regina de Souza, “o Instituto Federal por intermédio da Coordenação de Estágio da Diretoria de Extensão reconhece a importância e a diferença que a educação ambiental tem para a sociedade cuiabana e que ambos (Secretaria e o IFMT) tem o mesmo objetivo: transformar a sociedade por meio da Educação”. Além disso, destacou que a parceria com a Secretaria do Meio Ambiente vem de longas datas e que as doações de mudas são reflexos dessa parceria, uma vez que os alunos do IFMT, por meio de visitas técnicas ao Horto Florestal que é vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, são contemplados com a educação ambiental e conscientizados sobre a importância de preservação da natureza e dos hábitos ecologicamente corretos.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

“Estamos felizes pela recepção e cintes da importância parceria com a Secretaria de Meio Ambiente. A Educação Ambiental transpassa por todas as áreas do conhecimento, contribui com nosso ensino e os alunos utilizam o espaço. Tem sido muito útil para complementar especialmente as aulas de Biologia e Ciências”, destacou Vânia.

As mudas são utilizadas na finalização das visitações ao Horto Florestal, quando é desenvolvida uma oficina de plantio. Os participantes escolhem uma espécie para plantar nas sacolinhas que são oferecidas no local e depois levam para casa com incentivo para preservação.

Trata-se de um mecanismo de aprendizado onde podem acompanhar o crescimento da planta desde o seu plantio. E o que é mais especial, feito por eles mesmos. “Temos o viveiro de oficinas onde cada um produz a sua muda e leva para casa. Então, essas espécies que recebemos terão um destino e pode ser em qualquer canto da nossa Capital, onde o participante residir. Os estudantes se empolgam e nós nos divertimos com o encantamento deles no final dos passeios ecológicos, quando acontece o plantio”, disse Zilda.

E não são poucos os visitantes. Ao longo de 2023 foram quase 10 mil pessoas, para ser exato, 9.584 estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Universitário, grupos de idosos, escoteiros, igrejas, casas de repouso, clínicas de reabilitação e pessoas que buscam o contato da natureza para uma caminhada ou como refúgio para relaxar a mente e o corpo.

O Horto Florestal é um cantinho da biodiversidade que oferece muito mais que sombra para aliviar as altas temperaturas. Os percursos são rodeados pela fauna e flora que fascinam a todas as idades.

“O objetivo é expandir o conhecimento explorando as belezas naturais do cerrado mato-grossense, permitindo o contato com essa diversidade natural que o Horto Florestal proporciona. O empenho dos profissionais da Educação Ambiental é como uma sementinha plantada que produzirá frutos no futuro. O importante é que um dia fluirá na vida das pessoas, e, no caso, das pessoas que passam pelo Horto. O reconhecimento é o atestado que o trabalho está na direção certa”, destacou a secretária interina de Meio Ambiente, Ana Paula Morelli de Salles.

Entre as espécies recebidas do IFMT estão Ipês rosa, branco e amarelo do cerrado, Cumbaru, Aroeira, Pau Dóio ou Copaíba, Tamarindo, Jambo Amarelo, Paineira, Pitomba, Bacupari, Tingicuia, entre outras.

AGENDAMENTO

O trabalho de Educação Ambiental é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável e acontece ao longo do ano e com maior intensidade de agendamentos no período escolar. Interessados podem contatar através do telefone (65) 9358-7483.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image