24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

ENTREVISTA DA SEMANA Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2023, 10:09 - A | A

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2023, 10h:09 - A | A

GISELA SIMONA

Gisela acredita que mesmo sem popularidade, Fábio Garcia pode ter hipótese de vencer as eleições de 2024

Redação

A suplente Gisela Simona (União) terá mais um mês de mandato como deputada federal. Assim, só voltará ao posto de conselheira estadual de Defesa do Consumidor (Procon) no próximo mês. Em princípio, Gisela ficaria quatro meses no lugar de Fabio Garcia, que deixou a Câmara para tocar a Casa Civil. Como Mauro Carvalho, que assumiu no Senado no lugar de Wellington, optou por não retornar agora à Casa Civil, Fábio, por sua vez, segue no Executivo, o que contempla Gisela com mais uns dias na cadeira de federal. Até aqui, sua passagem pela Câmara tem sido discreta e "apagada". Em uma entrevista para Roda de Entrevista, Gisela fala sobre os assuntos políticos e o futuro da prefeitura de Cuiabá. "Os 5.568 municípios brasileiros vão às urnas dentro de exatamente um ano para eleger prefeitos e vereadores”.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

COPopular — Como a senhora analisa a aproximação do prefeito Emanuel Pinheiro com o presidente da ALMT? A senhora pensa que Botelho seria uma continuação de Emanuel?

Gisela Simona — Acredito que sim. Todas às vezes, sou questionada por isso, por apoiar Fábio Garcia a pré candidato a prefeito de Cuiabá, mas acredito que Fábio Garcia é o único que tem se posicionado a atual gestão. Muito se fala, que, por eu ser suplente dele, possa estar apoiando para isso, mas, na verdade, temos o mesmo objetivo que é lutar contra a corrupção. Podemos ver que nos últimos acontecimentos, o TCE vem mostrando como o caixa da prefeitura de Cuiabá está. Fábio Garcia é o único que vem se posicionando sem medo de ante disso. Já os outros nomes como Botelho, Lúdio e o próprio vice Stopa, vem se mostrando muito confortável diante toda essa situação em Cuiabá. Hoje em dia, não apoiaria ninguém que esteja alinhado com Emanuel Pinheiro.

COPopular — Sabemos que Fábio Garcia não tem tanta popularidade em Cuiabá, como presidente Botelho tem na cidade, a senhora acredita que o TCE pode mudar esse cenário?

Gisela Simona — Acredito que essa posição do Tribual de Contas, que é uma decisão técnica, ela não é para ajudar e sim para trazer transparência dos fatos, junto as contas da prefeitura. Nunca foi feito para nada para resolver isso. Emanuel nunca foi preso, viu aí uma tentativa de afastamento, mas no fim, nada aconteceu. Com essa transparência do TCE, podemos ver outro cenário contra a corrupção. Em relação à popularidade, acredito que tudo pode mudar todo esse cenário, mesmo que Botelho já vem patrocinando diversos eventos no município.

COPopular — A senhora como deputada federal, cuja base principal é Cuiabá, pretende levar os documentos das contas para o ministério público federal para o tribunal de contas da união tomar alguma medida nesse nível, até porque são referentes a época da pandemia, quando veio muito recurso federal para Cuiabá?

Gisela Simona — O primeiro passo, na verdade, penso que o próprio TCE, por força de lei, ele, na verdade, tem que tomar algumas medidas, que é enviar aos demais órgãos de fiscalização e controle o relatório que eles fizeram. Não quero ser assim oportunista, a ponto de tomar a atribuição de quem tem de imediato o dever, mas acredito que agora é da minha parte o que devo fazer é aguardar que os legitimados, nesse momento, que o próprio tribunal de contas faça esse acompanhamento e que a câmara de vereadores de Cuiabá se posicione, agora, não o fazendo como deputada como alguém que tem esse dever de fiscalizar, nós com certeza estaremos tomando providencias.

COPopular — No caso da câmara de Cuiabá não reprovar as contas do prefeito, somente ai que a senhora pretende agir de forma ativa?

Gisela Simona — Tanto nesse posicionamento, como o próprio ministério público que também será acionado pelo TSE se nenhuma providência for feita nesse sentido, com certeza vamos fazer o nosso papel.

COPopular — A senhora falou da históriaque tem com Cuiabá, mas recentemente você deixou claro que não descarta a possibilidade de ser candidata à prefeitura em Várzea Grande, como está isso dentro do partido? Já teve um diálogo com Jayme e Júlio, que são importantes lideranças de Várzea Grande?

Gisela Simona — Na verdade, toda essa conversa sobre Várzea Grande, ela surge por conta da minha história que também é vinculada a Várzea Grande, sou cuiabana, sou da região do Porto quem é daqui da cidade sabe da famosa cruz preta, aonde a minha família é da região do Porto, tenho a minha mãe que é da região da guarita em VG, boa parte da minha família hoje está lá, fui indagada sobre essa situação, às vezes das poucas opções que teriam em Várzea Grande para se candidatar e se isso mexe comigo, e disse que eu nunca descarto a possibilidade é de poder colocar o nome se necessário fosse, não disse nesse pleito exatamente, mas tô falando de futuro, penso o seguinte, Cuiabá e Várzea Grande são duas cidades que estão interligadas, temos muitas pessoas que moram lá e trabalham em Cuiabá, como vice e versa. Não tive nenhuma conversa com as lideranças do partido exatamente, porque ainda não há esse interesse direto de nesse pleito ter esse tipo de disputa, o que existe sim é um carinho e um respeito pela cidade. Que Várzea Grande possa ter as mudanças que necessitam, água, transporte público e entre outras melhorias que a cidade precisa.

COPopular — A senhora teria que pedir o aval de Jayme e Júlio? Como a senhora vê a interferência deles também lá em Várzea Grande?

Gisela Simona — Na política é o seguinte, conquistamos espaços, Várzea Grande é o segundo colégio eleitoral que tenho mais votos, quando temos uma votação expressiva na cidade automaticamente o nosso nome já está posto, como todas as pessoas que querem ser candidatas, elas passam por uma convenção, claro, que você quer ter uma boa receptividade no município, conversar com aquelas lideranças que já estão ali. Conversar é sempre importante, mas a decisão é de todos os filiados do partido, então é de novo havendo uma pretensão a conversa sempre seria prudente o diálogo é importante e a decisão é de todo grupo da cidade.

COPopular — Foi falado sobre a quantidade de votos que a senhora teve na eleição, a prefeitura de Cuiabá, foi uma votação muito expressiva, porque a senhora não pretende disputar esse ano? É pela quantidade de lideranças que tem?

Gisela Simona — Na verdade, assim quando mal acabou o pleito de 2022, que foi a última eleição, dentro do próprio União Brasil, já viu surgirem as lideranças se colocando o seu nome, seja o próprio Fábio Garcia, seja o deputado Botelho, colocaram o nome, o que acontece quando verificamos dentro do espaço que você ta já essa ascendência de nome dentro do partido seria mais uma confusão colocar Gisela Simona nessa roda como acredito que na política uma das coisas importantes é você saber o momento certo de poder se colocar à disposição, avalio que tendo o nome que agrega aquilo que penso para Cuiabá, é o suficiente para nós poder apoiar se nenhum dos nomes dentro do União Brasil agregasse, aquilo que quero e que penso para Cuiabá, certamente colocaria o meu nome à disposição, mas como isso já encontro na pessoa do Fábio Garcia, prefiro fazer esse apoio a ele nesse momento.

COPopular — Ainda sonha em ser candidata em Cuiabá?

Gisela Simona — Nada descartado. Aprendi também algo na política que é a política como nuvem, tem que avaliar o momento, nesse momento não penso nisso, mas, no futuro a Deus pertence.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image