13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Terça-feira, 24 de Setembro de 2019, 14:13 - A | A

Terça-feira, 24 de Setembro de 2019, 14h:13 - A | A

BEIJAVA NA BOCA E OFERECIA DINHEIRO

Motorista de ônibus é preso por aliciar alunas no caminho da escola

O B om da noticia

Dois homens suspeitos da prática de estupro de vulnerável tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso (Dedm). As prisões ocorreram na sexta-feira (20) e no domingo (22).

 

Um dos presos J.T.C., 53 anos, é motorista de ônibus escolar.  Ele é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos durante o caminho à escola. A denúncia foi realizada na Polícia Civil em junho deste ano, após a diretora de uma unidade escolar, na zona rural, procurar a polícia, para denunciar.

 

A diretora contou que inicialmente tomou conhecimento, que o motorista teria tocado no ombro de uma criança de 9 anos e elogiado sua beleza.

 

Fato ocorrido atrás da escola, na companhia de outra aluna menor. Segundo a diretora, a mãe teria narrado à situação a diretora, mas resolveu não denunciar à Polícia.

 

A diretora informou que lavrou um ata em relação à conduta do motorista e passaram a vigiá-lo. Cinco dias depois, duas crianças contaram à diretora que o motorista teria abraçado e beijado a colega de 11 anos. A menina também confirmou o aliciamento e ainda relatou que o motorista ofereceu dinheiro a ela para não revelar nada.

 

A responsável pela escola contou que pediu o afastamento do motorista. Uma das famílias também revelou que foi procurada por familiares do motorista e recebeu ameaças para não levaram o caso à Polícia.

 

Diante dos fatos, foi instaurado inquérito policial na Delegacia da Mulher, ouvidas todas as crianças e testemunhas. A delegada Judá Maali Marcondes pediu a prisão do suspeito, que foi cumprida na última sexta-feira (20), pelos policiais da unidade com apoio da Regional de Cáceres.

 

Abuso das filhas

 

A segunda prisão ocorreu no domingo (22), decorrente de inquérito policial da Delegacia da Mulher de Cáceres. O suspeito, C.D.F.D., 40 anos, teve o mandado de prisão sob acusação de estupro das filhas. Uma das filhas está hoje com 17 anos, e teria sido abusada aos 15 anos. A segunda tem 15 anos e teria sofrido estupro em 30 de julho de 2019.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image