14 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLÍTICA Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 08:00 - A | A

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 08h:00 - A | A

MELHORIAS

Com grandes obras em Mato Grosso, Mauro Mendes pode deixar um legado em sua gestão

Para obter esse resultado, a gestão trabalhou forte para realizar corte de despesas

Redação

Nos últimos anos, o Estado de Mato Grosso avançou em todas as áreas que importam ao cidadão. Embora tenha recebido o Estado em 2019 com situação financeira delicada, com diversas dívidas, o governador Mauro Mendes (União Brasil), adotou uma série de medidas necessárias, atingindo o equilíbrio fiscal e colocou em ação o maior programa de investimentos da história, o Mais MT.

Mauro lembra que para obter esse resultado, a gestão trabalhou forte para realizar corte de despesas, incentivos fiscais improdutivos e aplicou uma eficiente estratégia para administrar a máquina pública.

“Nós fizemos um bom trabalho desde o início conseguindo cortar despesas dentro do Governo. Pois não há dinheiro que dê quando você gasta mal. Pode até arrecadar muito, mas se gasta mal não tem qualidade e o dinheiro nunca vai ser suficiente”, tem sempre recordado o gestor.

O resultado desse trabalho é que todos os municípios vem recebendo importantes investimentos, mudando a vida dos moradores. Segundo o governador Mauro Mendes essas obras são fruto do trabalho, seriedade e honestidade na aplicação do dinheiro público.

“Precisamos continuar trabalhando para que o resultado que verdadeiramente importa possa acontecer para o cidadão. Para que Mato Grosso seja um Estado melhor, precisamos de municípios melhores, estradas melhores, serviços em condições melhores”, afirmou.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

O setor de infraestrutura tem tido atenção especial do governo estadual. Mauro garante que até o final de sua gestão, mais de 100 municípios mato-grossenses terão suas ruas 100% asfaltadas. “Ao longo dos últimos anos, Mato Grosso tem feito fortes e robustos investimentos. Com muito trabalho, esforço e dedicação, estamos impactando positivamente a vida das pessoas e da sociedade. Em breve, nós vamos terminar esse mandato com mais de 100 municípios de Mato Grosso que estarão com suas ruas 100% asfaltadas. Essa é uma parceria do Governo com os prefeitos de Mato Grosso”, afirmou o governador.

Em Cuiabá, foram mais de 100 km de asfalto feito através da governo, mas com apoio do Parlamento. . “Nós asfaltamos também aqui em Cuiabá a Avenida Mario Palma e implantamos a Avenida Parque do. Barbado par melhorar o trânsito ali, numa grande região, da nossa cidade. Outro chão que vai virar asfalto é a estrada da Ponte de Ferro até o Coxipó do Ouro. A ordem de serviço já foi dada e as obras iniciadas”, comentou Mauro.

Reprodução

ecd2389f-bb71-4f67-8d99-8e488ade52bf.jpg

 

Na saúde, as obras dos novos Hospitais Regionais de Tangará da Serra, Alta Floresta, Juína e do Araguaia, em Confresa, estão avançando em Mato Grosso. De acordo com o planejamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a previsão é de que as quatro unidades sejam entregues a partir de 2025, descentralizando a saúde pública e desafogando o atendimento em Cuiabá.

Para o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, as novas unidades representam um grande avanço na saúde pública do estado, já que vão suprir vazios assistenciais que perduram por décadas.

"A gestão do governador Mauro Mendes tem a saúde como uma de suas grandes prioridades e isso se traduz na construção de seis grandes hospitais em Mato Grosso. Quatro deles estão justamente no interior do estado, em quatro polos importantes, que hoje vivem vazios assistenciais. Não tenho dúvidas de que vivemos um momento histórico para a saúde pública de Mato Grosso, que resultará em benefícios para toda a população do estado”, ressaltou.

Além dos quatro novos Hospitais Regionais, o Governo do Estado está construindo duas grandes unidades hospitalares em Cuiabá: o Hospital Central e o novo Hospital Universitário Júlio Muller.

Com investimento de R$ 184 milhões em obras, o Hospital Central, cuja construção ficou abandonada por 34 anos, já está 95% executado e terá capacidade para oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3 mil consultas especializadas e 1,4 mil exames por mês. A unidade será referenciada para os serviços de alta complexidade em saúde.

Já o novo Hospital Júlio Muller, executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), tem 58,3 mil metros quadrados de área construída. A unidade hospitalar é construída por meio de um convênio entre o Governo e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em um investimento total de R$ 221,1 milhões, divididos entre Estado e União.

Coordenadas pela primeira-dama Virginia Mendes, de forma voluntária, as ações sociais do Governo de Mato Grosso tem focado no combate à fome e a oferta de cursos de qualificação para reinserção no mercado de trabalho. Para que as famílias em vulnerabilidade tivessem alimento na mesa, foram distribuídas mais de um milhão de cestas básicas nos 141 municípios, por meio do programa Ser Família Solidário.

Outra ação contra a fome foi a criação do programa Ser Família Emergencial, que disponibiliza recursos para mais de 100 mil famílias comprarem alimentos e complementarem as refeições.

Nos últimos anos, o Governo de Mato Grosso também entregou mais de 16 mil escrituras registradas em cartório. Famílias em áreas urbanas e rurais tiveram seu direito a propriedade garantidos de forma gratuita.

Parcerias com os municípios estão sendo firmadas para a construção de mais de casas populares, que irão atender famílias carentes pelo programa Ser Família Habitação. Além disso, o governo retomou obras de residenciais que estavam paralisadas, em diversos municípios, e que poderão beneficiar mais de 8 mil famílias com moradias dignas.

Além disso, o governo criou os programas Ser Mulher, Ser Criança, Ser Idoso e Ser Cidadão Indígena, que promovem o resgate da dignidade e auxiliam essa parcela da população mato-grossense a ter acesso aos serviços públicos.

Quanto se fala em educação, o governador aponta diversos avanços, ressaltando a infraestrutura escolar, resultado de um planejamento que começou assim que assumiu o Palácio Paiaguás, com a visita de técnicos da Seduc aos 10 Estados que mais se destacavam na qualidade do ensino. Mauro conta que ficava inconformado com o fato de MT oferecer o terceiro melhor salário aos educadores e registrar a 22ª pior educação dos Estados. Essa posição melhorou nestes cinco anos. MT está hoje em 18º e acredita que logo ficará entre os cinco melhores.

O governador cita a entrega de 120 mil chromebooks e todas as salas de aula das 741 escolas estaduais contarão com TV Smart de 65 polegadas instaladas ao lado das lousas, buscando melhorar a aprendizagem. Professores estão sendo premiados por cumprimento de metas, assim como alunos, dentro do programa de intercâmbio internacional. E o Estado, que não tinha 50 escolas participando do SAEB (Sistema de Avaliação da Educação Básica), agora registra 92%.

Mauro também citou o compromisso do Governo com as avaliações de ensino, de forma a ter um diagnóstico melhor da educação e assim poder realizar estratégias acertadas para avançar no ensino.

“Muito não sabem, mas para uma escola ser contabilizada na nota do IDEB, pelo menos 80% dos alunos matriculados ali precisam fazer a prova do SAEB, a cada dois anos, e não pode zerar. E antes, das mais de 700 escolas que nós tínhamos, pouco mais de 40 escolas tinham atingido essa meta. Olha o descompromisso que a nossa rede tinha com o processo de avaliação! Mas sabe quantos por cento das escolas estaduais fizeram essa prova este ano? 92% das escolas. Então isso mostra que a nossa rede já está num outro momento, em uma outra vibe”, afirma.

O Governo de Mato Grosso está realizando importantes investimentos também na área da segurança pública e “jogando duro” contra a criminalidade no Estado. “Estamos investindo muito na nossa polícia, nos presídios, em tecnologia, comprando armamentos e o que existe de melhor para as forças de segurança. Somos o único Estado brasileiro que tem rádio digital cobrindo 100% do nosso território. Estamos fazendo a nossa parte e vamos continuar jogando duro contra a bandidagem”, garante o governador, que vem sistematicamente criticando a “frouxidão” das leis brasileiras e cobrando mudanças no código penal.

“O bandido está perdendo o medo da polícia e da Justiça. Estamos fazendo tudo aquilo que é possível. A gente prende e a Justiça solta. Mas não é porque o juiz é bonzinho, é porque a lei brasileira é frouxa e inadequada, e não está conseguindo responder à altura dos desafios da segurança. Precisamos revisitar a legislação e endurecê-la”, defendeu.

Nos últimos cinco anos, o Governo do Estado já investiu mais de R$ 77 milhões na troca, padronização e modernização de armas. Uma das principais ações foi a troca de 100% das armas de fogo por pistolas Glock, as mais modernas do mercado, além da compra de 948 fuzis e espingardas.

As forças de segurança receberam 6 aeronaves, 24 caminhões auto tanque, 180 motocicletas e 398 novas viaturas.

Também foram entregues 4 mil rádios digitais, 6,9 mil coletes balísticos e 2,4 mil kits da Polícia Penal. Os investimentos em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) somam R$ 26 milhões.

Ainda houve um repasse de R$ 41 milhões para policiais militares, bombeiros e policiais penais comprarem uniformes e fardamentos. As forças de segurança receberam um reforço de mais de 1,1 mil agentes da PM, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Politec, nomeados pelo Governo do Estado. O Sistema Prisional teve ampliação de 4,9 mil novas vagas.

Além disso, os programas Patrulha Maria da Penha e Vigia Mais MT estão presentes na maioria do Estado - com atuação em 96 e 115 municípios, respectivamente. O Programa Patrulha Rural atende todas as cidades mato-grossenses.

Conforme Mauro, o governo vem trabalhando para que nenhuma obra seja paralisada, e novas sejam lançadas. Ele destacou que não haverá nenhuma área do Estado que não receberá robustos aportes para beneficiar os mato-grossenses.

"Nosso programa de infraestrutura é prioridade, e já entregamos 2.500 km de asfalto novo, demos ordem de serviço para a ferrovia estadual, estamos resolvendo a MT-174 e a BR-163. Uma das grandes metas é entregar os seis hospitais, na Educação temos uma estratégia muito bem elaborada para colocar Mato Grosso entre os 10 melhores do país", mencionou.

Para isso, segundo Mauro Mendes, é fundamental tornar a administração pública mais eficiente, de forma a fazer com que esses investimentos sejam bem aplicados e melhorem a vida da população.

"Vamos buscar um estado mais eficiente, gastar com eficiência e desenvolver nas diversas áreas serviços de melhor qualidade ao cidadão. Esses serão os principais pilares. Trabalharemos com muita seriedade e Deus na frente e vamos construir um segundo mandato melhor do que o primeiro, e é nosso dever fazer isso, porque estamos com uma realidade melhor", concluiu.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image