28 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

SAÚDE Terça-feira, 08 de Novembro de 2022, 08:14 - A | A

Terça-feira, 08 de Novembro de 2022, 08h:14 - A | A

NOVEMBRO AZUL

HMC realiza exames para diagnóstico do câncer de próstata

Redação

O Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto-Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho” (HMC) oferece várias especialidades médicas aos usuários do Sistema Único de Saúde, dentre elas o serviço de urologia via urgência e emergência e consulta ambulatorial. Esses importantes profissionais auxiliam os pacientes no diagnóstico precoce do Câncer de Próstata e de outras doenças relacionadas ao trato urinário e genital.

O exame de toque retal é o instrumento preconizado pelo Ministério da Saúde para o diagnóstico precoce do Câncer de Próstata, muito utilizado pela equipe da urologia do Hospital Municipal de Cuiabá, além dos exames complementares que também são realizados na unidade hospitalar. Neste ano, entre os meses de janeiro a outubro, o HMC realizou 188 exames de imagens (Próstata Transretal e Próstata via Abdominal) e 485 exames laboratoriais de dosagem de PSA. 

Segundo o médico e diretor-técnico do HMC, Vinicius Gatto, o exame de toque retal é realizado para poder saber a consistência da próstata, o tamanho e se existem lesões palpáveis através do reto na glândula. Os exames de imagens são complementares e mostram possíveis alterações no tamanho da glândula e identificam alterações em sua estrutura. E a dosagem de PSA é um exame de sangue que avalia a quantidade do antígeno prostático específico (PSA), que trata-se de uma proteína produzida pelo tecido da próstata, mas também pelas células cancerosas.

“O exame toque retal e os outros exames complementares são importantíssimos para o rastreamento do câncer de próstata. Sabemos que o preconceito e o desconforto são as principais barreiras para a prevenção. O exame de toque retal é simples e dura poucos segundos. É importante a conscientização dos homens para a importância da realização do exame como forma de prevenção da doença. O ideal é que os exames preventivos e complementares sejam realizados regularmente por homens acima de 50 anos. Para quem possui histórico familiar da doença, é recomendado que realizem os exames a partir dos 40 anos”, explicou. 

Paulo Rós, diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que gere o HMC, sob a administração do prefeito Emanuel Pinheiro, destacou a preocupação da gestão quanto à necessidade do diagnóstico precoce.

“O câncer de próstata é uma doença que tem grandes chances de cura se detectado no início. Entendendo essa importância, o prefeito Emanuel Pinheiro e a direção do HMC, ajudam no processo de diagnóstico precoce. O intuito é diagnosticar e agilizar o encaminhamento do paciente para o tratamento da doença nos hospitais referenciados pelo SUS”, explicou. 

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, e é mais frequente na terceira idade. Alguns dos fatores de risco para desenvolver a doença antes dos 60 anos, segundo o Inca, são ter pai ou irmão que tiveram câncer de próstata antes dessa idade, excesso de gordura corporal e exposição a substâncias tóxicas.

O médico Vinicius Gatto, alertou para o hábito de práticas saudáveis para redução do risco de câncer. “Manter uma alimentação saudável e peso corporal adequado, praticar atividades físicas, não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e avaliação periódica com urologista influenciam muito para prevenção da doença”, revelou.

Outro alerta do médico é quanto à inexistência de sintomas na fase inicial da doença. “Os sintomas geralmente aparecem quando já envolvem grande parte da próstata ou causa metástases. Nessa fase, os principais sintomas são alteração do jato de urina (jato fraco, sensação de não esvaziar completamente a bexiga, levantar muitas vezes a noite para urinar), sangue na urina e dor nas costas”, destacou o médico Vinicius Gatto.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Sobre o tratamento, o médico informou que o câncer de próstata é tratado de acordo com algumas características específicas do tumor. Dentre as opções para o tratamento da doença que ainda está restrita à próstata (sem metástases) existe a cirurgia, com retirada de toda a próstata; a radioterapia, que, pela radiação e sem a necessidade de cirurgia, destrói as células malignas com ou sem o uso de medicamentos para inibir o crescimento do tumor.

Novembro Azul – A campanha faz onze anos no Brasil. Foi criada em 2011 pelo Instituto Lado a Lado pela Vida para conscientizar os brasileiros sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. O câncer de próstata é uma doença extremamente comum, que tem um percentual alto de chance de cura, mais de 90%, caso seja detectado no início. Por isso, é importante o homem se cuidar e buscar atendimento médico em qualquer época do ano, e não somente durante a campanha Novembro Azul.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image