24 de Maio de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

SAÚDE Sexta-feira, 18 de Novembro de 2022, 10:12 - A | A

Sexta-feira, 18 de Novembro de 2022, 10h:12 - A | A

ARTIGO

Quebrando o Tabu sobre o câncer de próstata

Redação

Apesar de ser o segundo tipo de câncer mais diagnosticado em homens no Brasil, o de próstata ainda paira como um enigma entre a população. As causas, fatores de predisposição para desenvolvimento, cura e formas de diagnóstico, ainda precisam ser bastante abordadas e é isso que tratamos com mais afinco no período do Novembro Azul. 

Para se ter uma ideia da importância da prevenção e conscientização, em Mato Grosso, até este mês, foram diagnosticados 140 casos, enquanto o total do ano passado relativo ao mesmo período, foram 347. Os dados são do Painel de Oncologia do Ministério da Saúde. E em grande parte, essa redução deve-se ao esclarecimento maior sobre a doença.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Já no Brasil, 75% dos registros ocorrem em pacientes com mais de 65 anos. As estatísticas também apontam que um em cada 9 homens receberá esse diagnóstico durante sua vida. Para 2022, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) prevê mais de 65 mil novos casos e, ainda,  conforme os dados do Ministério da Saúde, já foram contabilizados 15.841 óbitos.

O importante é sempre sanar as dúvidas que possam existir para que cada vez mais o público masculino entenda a importância de fazer o acompanhamento médico da forma correta para, quando a doença for um risco, ela seja detectada o mais precocemente possível. Por isso, vamos desmistificar o que é, de fato, o câncer de próstata. 

A próstata trata-se de uma glândula que produz uma substância que possui o papel de ajudar a fluidificar o sêmen e mantê-lo viável para a fecundação do óvulo. Normalmente tem o tamanho de 2 por 3 cm, pesa em torno de 20 a 25 gramas, mas ao longo da vida do homem a tendência dela é aumentar. Os exames preventivos usados para diagnóstico precoce são o PSA e o toque retal.

O toque retal nada mais é que uma avaliação realizada pelo médico de forma rápida, indolor e com duração de 1 a 4 segundos. A análise consiste em tocar a próstata localizada abaixo da bexiga, próximo ao reto, para analisar se há algum nódulo ou caroço na região, procedimento que não causa nenhum problema e muito menos faz perder a masculinidade do homem.

Dos casos diagnosticados no país, 75% deles são em pacientes com mais de 65 anos. As estatísticas também apontam que um em cada 9 homens será diagnosticado com a doença durante sua vida. No país, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) prevê mais de 65 mil novos casos para 2022 e os dados do Ministério da Saúde contabilizaram neste ano 15.841 óbitos.

A idade ideal para procurar um médico é aos 50 anos, mas quando há histórico familiar o recomendado é iniciar o rastreio entre os 40 e 45 anos. No entanto, todos os homens devem ficar atentos, pois o câncer de próstata é assintomático na fase inicial, sendo importante a realização do diagnóstico precoce para que sejam maiores as chances de cura.  

Entre os fatores de risco, quem fuma, bebe e tem uma alimentação mais excessiva, deve ficar atento e procurar auxílio especializado, já que apresenta maior propensão a desenvolver a doença. Sabemos que o diagnóstico precoce salva-vidas e pode ajudar a evitar que tratamentos agressivos como quimioterapia tenham que ser realizados.

Quando falamos de câncer, seja ele qual for, é preciso sempre ter em mente que o tempo pode assegurar a vida!

Rafael Sodré é cirurgião oncológico na clínica Oncolog

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image