15 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

VARIEDADES Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 16:31 - A | A

Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 16h:31 - A | A

SAIBA MAIS

Ana Hickmann denuncia ex-marido por associação criminosa

DA ISTOÉ

Mais um desdobramento do caso Ana Hickmann veio à tona nesta quarta-feira, 20. A apresentadora registrou uma notícia-crime contra o ex-marido, Alexandre Correa, na Delegacia Geral de Polícia de São Paulo, na última terça-feira, 19.

 

No registro, ela pede que o empresário seja investigado pelos crimes de falsidade documental, falsidade ideológica, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro, associação criminosa, estelionato e crime contra a economia popular.

 

A notícia foi inicialmente publicada pela colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.Após a realização de uma perícia preliminar particular contratada pelos advogados de defesa de Ana Hickmann, surgiu a suspeita de que Alexandre opera uma associação criminosa e esquema de pirâmide.

 Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

 

 

O esquema descoberto pela perícia envolveria pessoas que trabalhavam nas empresas que Hickmann em sociedade com Alexandre, além de funcionários de um cartório e de um banco.

Ainda de acordo com a colunista, a defesa da apresentadora diz que o empresário estaria se beneficiando de valores milionários, entre elas duas doações de R$ 200 milhões cada em que ele aparece como único beneficiário.

 

Segundo a colunista, a defesa de Alexandre afirma que não teve acesso à denúncia e que somente vai se manifestar após tomar conhecimento do conteúdo na íntegra. No decorrer das discussões em torno da separação de Ana e Alexandre Correa, o empresário já havia negado fraudes ou irregularidades no comando das empresas do ex-casal.

 

Os dois estavam juntos há 25 anos e construíram sete empresas. Porém, a empresa contratada por ela analisou a situação da Hickmann Serviços Ltda, a partir de registros feitos a partir de 1º de janeiro de 2018 até 31 de outubro deste ano. O valor total das dívidas acumuladas no período ultrapassa a casa dos R$ 40 milhões, segundo a perícia.

 

Ainda de acordo com a perícia, foram encontradas diversas irregularidades: falta de registro contábil de operações financeiras vultosas e desconto de uma mesma duplicata em mais de uma instituição financeira, além de indícios de “falsificação por inúmeras vezes da assinatura pessoal de Ana em cheques, financiamentos bancários e outros documentos”.

 

 

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image