13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

CIDADES Quinta-feira, 26 de Setembro de 2019, 15:08 - A | A

Quinta-feira, 26 de Setembro de 2019, 15h:08 - A | A

OPORTUNIDADE

IBGE lança novo edital com 76 vagas para Mato Grosso; salários chegam a R$ 3,1 mil

Assessoria

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística lançou novo edital nesta quarta-feira (25) para o Censo Demográfico 2020. Dentre as 1343 vagas temporárias distribuídas por vários municípios brasileiros, 76 delas são para Mato Grosso: 38 para agente censitário operacional, que atuará em Cuiabá e 38 para coordenador censitário subárea. Neste caso, além da capital, os trabalhadores temporários atuarão em vários municípios.

As inscrições estão abertas até 15 de outubro e podem ser feitas pelo site
da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora do processo seletivo. Acesse o edital clicando aqui.

As provas estão previstas para 8 de dezembro. As remunerações mensais serão de R$ 3.100,00 para coordenador censitário subárea e de R$ 1.700,00 para agente censitário operacional.

Além disso, os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter carteira
nacional de habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no
mínimo para categoria B.

De acordo com a gerente de Recursos Humanos do IBGE, Rossana Patitucci, o coordenador exerce uma atividade de natureza técnica em um conjunto de municípios, por isso ele precisa ter carteira de habilitação para o deslocamento.

“Já o agente censitário operacional desempenha a função de suporte administrativo e de informática para as equipes das unidades estaduais”, explica. A jornada de trabalho para ambos os cargos será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei no 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

O pagamento da taxa de inscrição para as duas funções deverá ser feito até 1º de novembro, sendo de R$ 58 para coordenador censitário subárea e de R$ 42,50 para agente censitário operacional.

O candidato somente poderá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Simples), que estará disponível no site da FGV. A GRU deverá ser paga em espécie em qualquer agência do Banco do Brasil, ou via internet banking do mesmo banco, sendo de inteira responsabilidade do candidato a impressão e guarda do comprovante de inscrição.

(Com assessoria)

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image