24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 10:19 - A | A

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023, 10h:19 - A | A

MOVIMENTAÇÃO NA ECONOMIA

Lojistas avaliam que gastos com compras de Natal deste ano devem ser o maior do período pós-pandemia

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo aponta que cada consumidor deve gastar cerca de R$ 138 por presente de Natal

Redação

As compras de Natal devem injetar mais de R$ 74 bilhões na economia neste ano, segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo. Isso, devido a cerca de 133 milhões de consumidores que devem ir às compras para comprar presentes para amigos e familiares.

Entre os itens que lideram na lista de desejos, roupas, perfumes ou cosméticos, calçados e brinquedos. Entre os lojistas do Shopping 3 Américas, Renan Tonon, que gerencia uma marca de vestuário masculino, avalia que as perspectivas de vendas são positivas e que as lojas retomaram 100% o fôlego após período pandêmico.

“Nós esperamos ter o melhor dezembro de toda a nossa história. Montamos kits promocionais com produtos que têm boa saída e abastecemos o estoque para atender toda essa demanda” pontua o empresário. Essa perspectiva positiva também é sentida por Valéria Muniz, proprietária da cafeteria que a CB To Go.

Ela pontua que as vendas melhoraram consideravelmente no segundo semestre deste ano e explica que mesmo após um período de estagnação, a marca investiu em marketing e conforto para atender toda a clientela que vai ao shopping em busca de presentes, fazendo pausas para lanches.

“Nossa medida proativa foi de melhorar o conforto aos clientes, investir no cardápio novo que está muito legal, no marketing em redes sociais, manter a estrutura concatenada com o que o cliente necessita. Agora estamos nos adaptando à nova maneira de vender dentro da tecnologia de hoje em dia”, frisa.

Patrick Lima, gerente de marketing do Shopping 3 Américas, comenta que a estratégia para manter o cliente em compras físicas, foi o de investir em sorteios semanais, com presentes cobiçados pelo público. “Nós sofremos sempre com a concorrência da internet e sites de compras, mas temos tido bons números de clientes em trânsito pelo shopping”.

Essa estratégia considera Patrick, é o que tem em parte motivado a clientela a manter o hábito de ir às compras nos shoppings centers. “E isso mantém esse público consumindo, comprando presentes e ainda participando de nossas ações de marketing. O que gera um grande gás na economia” finaliza.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image