19 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Terça-feira, 01 de Outubro de 2019, 13:39 - A | A

Terça-feira, 01 de Outubro de 2019, 13h:39 - A | A

RESPOSTA À JAYME CAMPOS

Mauro diz que não apoia “mala sem alça” e veta candidato “corrupto”

PNB Online

A resposta do governador Mauro Mendes ao senador Jayme Campos sobre o apoio do Democratas (DEM) à prefeitura de Cuiabá foi taxativa e veta qualquer possibilidade de ter o atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) como candidato à reeleição em uma coligação com o partido. Mendes, não citou nomes mas, afirmou que não vai apoiar nenhum candidato envolvido em corrupção. O governador enfatizou, por três vezes, o seu  posicionamento ao ser questionado se estava se referindo à Emanuel Pinheiro.  (ouça o áudio)

 

“O senador Jayme tem razão. O DEM não vai apoiar aqui na Capital, não vai apoiar em Várzea Grande, não vai apoiar em nenhum dois municípios de Mato Grosso, eu espero, no que depender de mim, nenhum ‘mala sem alça’, mas também não vai apoiar nenhum candidato envolvido em esquema de corrupção”, garantiu o govenador. O governador concedeu entrevista às imprensa, na noite desta segunda-feira (12), na solenidade de adesão à Campanha Outubro Rosa 2019, promovida pela associação MTmamma amigos do peito. 

 

Jayme Campos afirmou ao programa Notícia Frente, da TV Record/Vila Real, nesta segunda-feira (30) que como senador do DEM é, evidente, que se o partido tiver candidato à prefeito ele vai apoiar mesmo sendo favorável à indicação de Pinheiro. “Nós poderíamos apoiar Emanuel Pinheiro, mas, se não apoiar e, se o DEM tiver candidato vou apoiar desde que não venham apresentar um mala sem alça. Nós temos que ser ouvidos”, destacou o senador e uma das principais lideranças do partido.

 

Repasse em dia

 

Quanto à cobrança de repasses à prefeitura para o novo Pronto Socorro Municipal, o governador considerou estranha a postura do prefeito de Cuiabá, neste governo, já que na gestão anterior Pinheiro não foi tão enfático. “É estranho ele cobrar de  nós que estamos pagando, literalmente, em dia, o município de Cuiabá. Não devemos um único mês se quer e ele nunca veio a público cobrar aqueles que ficaram devendo ele. Isso mostra, no mínimo, uma dissidia, uma irresponsabilidade dele que devia ter cobrado, insistentemente, aqueles que atrasaram ao município de Cuiabá”, constatou Mauro Mendes 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image