13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quarta-feira, 06 de Novembro de 2019, 15:49 - A | A

Quarta-feira, 06 de Novembro de 2019, 15h:49 - A | A

SEM DOCUMENTAÇÃO

Sema apreende 630 kg de pescado impróprio para consumo

Mídia News

Equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) aprendeu 629,5 quilos de pescados nesta segunda-feira (4), em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). A Operação foi realizada em parceria com a 2º Companhia Ambiental Sul de Rondonópolis. 

 

Os peixes são das espécies de Jau e Caparari, foram encontrados sem documentação de origem e descaracterizados, alguns sem cabeça e outros cortados em postas de filé. Além do pescado, três freezers foram apreendidos.

 

Fiscais aplicaram multa no valor de R$ 15,5 mil e o pescado foi destinado para o aterro sanitário municipal de Rondonópolis, pois estavam impróprios para consumo humano, conforme atestado da Vigilância Sanitária Municipal de Rondonópolis. 

O período de defeso da piracema no Estado de Mato Grosso iniciou no dia 1º de outubro e segue até dia 31 de janeiro de 2020. A proibição à pesca, tanto amadora como profissional, abrange os rios das Bacias Hidrográficas do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins.

 

Neste período é permitida apena a pesca de subsistência, desembarcada, que é aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais.

 

Para os ribeirinhos é permitida a cota diária de três quilos e um exemplar de qualquer peso por pescador, respeitando os tamanhos mínimos de captura, estabelecidos pela legislação para cada espécie. O transporte e comercialização proveniente da pesca de subsistência também fica proibido.

 

Os estabelecimentos que comercializam peixe tiveram que declarar o estoque existente até o dia 2 de novembro. A regra vale para peixes in natura, resfriados ou congelados, provenientes de águas continentais, existentes nos frigoríficos, peixarias, entrepostos, postos de venda, restaurantes, hotéis e similares.

 

Denúncias

 

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281-4144.

 

Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image